Mundo

Talibã faz ameaça se prazo para retirada de tropas não for cumprido

EUA e Reino Unido cogitam ampliar data-limite após dias seguidos de tumultos e confrontos nos arredores do aeroporto de Cabul

O Talibã diz que “haverá consequências” se os Estados Unidos ou o Reino Unido ampliarem o prazo para a retirada das tropas do Afeganistão. A fala em tom de ameaça foi feita durante uma entrevista do porta-voz do grupo extremista, Suhail Shaheen, para a emissora britânica Sky News nesta segunda-feira (23).

“Se Estados Unidos, ou Reino Unido, solicitarem mais tempo para continuar com a retirada das tropas, a resposta é não. Ou haverá consequências”, disse o porta-voz.

Segundo Shaheen, se os soldados estrangeiros não deixarem o país até 31 de agosto, como foi anunciado por Joe Biden anteriormente, vai criar uma “desconfiança”. Ele afirma que essa atitude será entendida como uma tentativa de continuar com a ocupação.

O presidente norte-americano cogita estender esse prazo após dias seguidos de confrontos e tumultos nos arredores do aeroporto de Cabul. Mais de 30 mil norte-americanos foram retirados do território afegão na última semana.

O primeiro-ministro britânico, Boris Johnson, deve pedir na reunião do G7, nesta terça-feira (24), que uma nova data-limite seja determinada para concluir a retirada das tropas.

O chefe da diplomacia da União Europeia, Josep Borrell, disse ser “impossível” retirar todas as pessoas até o fim de agosto.

Estrangeiros e afegãos tentam fugir do país desde que o Talibã assumiu o controle da capital do Afeganistão em 15 de agosto. Nesta segunda-feira (23), um guarda afegão morreu e outros três ficaram feridos em um tiroteio próximo ao aeroporto.

Mesmo que diversos registros de pessoas desesperadas tentando embarcar em aviões militares, o porta-voz do Talibã disse que não é uma fuga, mas uma migração por questões econômicas.

“Eles querem morar em países ocidentais e isso é uma espécie de migração econômica porque o Afeganistão é um país pobre e 70% do povo do Afeganistão vive abaixo da linha da pobreza. Não se trata de estarem assustados”, afirmou.

FONTE: R7.COM

Comentar

Print Friendly, PDF & Email

About the author

Marcio Martins martins

Add Comment

Click here to post a comment

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

COMPARTILHE

BAIXE NOSSO APLICATIVO

RESENHA POLITICA

TEIA DIGITAL

DIRETO DE ROLIM

TEMPO REAL

PUBLICIDADE

Instagram

Instagram has returned empty data. Please authorize your Instagram account in the plugin settings .
WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
pt_BRPortuguese