Geral

Vereador Dindin denuncia morte por falta de ambulância em União Bandeirantes

O vereador Din Din (PSL) fez um duro discurso durante sessão ordinária desta segunda-feira, 07/03 no plenário da Câmara de Vereadores de Porto Velho.  O alvo de toda a insatisfação é principalmente o secretário municipal de Saúde, Domingos Sávio, que na opinião do vereador não cumpre as promessas em relação ao distrito de União Bandeirantes. Din Din relatou que na tarde de domingo, um grave acidente ocorrido em União Bandeirantes, causou a morte de um cidadão muito querido no distrito. Detalhe: por falta de ambulância, o paciente teve que ser transportado na boleia de uma camionete, pegando sol, poeira e chuva até chegar a Porto Velho.

“O cidadão Marcos Kinups, de 24 anos, foi transportado em uma carroceria de uma caminhonete L-200 até a Capital. A única ambulância do distrito está sem pneus e com problemas no motor há mais de 60 dias. O rapaz recebeu os primeiros socorros às 15 horas de domingo na unidade de Saúde local e precisou ser encaminhado para o Pronto Socorro João Paulo II, aonde chegou por volta das 20 horas. Apesar dos esforços da equipe de paramédicos, ele faleceu ao dar entrada no Pronto Socorro. Se a ambulância estivesse sem problemas, o paciente teria chegado a Porto Velho em menos de 2 horas. É lamentável o ser humano ser tratado como um animal. Um problema simples de resolver, mas, infelizmente o descaso do poder municipal causou a morte de uma pessoa. Neste momento a família está sofrendo. Quem vai pagar por uma vida?” lamentou o vereador.

O parlamentar declarou que tem ligado diariamente para o secretário municipal de saúde. “O secretário disse que vai resolver a questão da ambulância, mas tudo fica só na base da promessa. Essa é a situação que vivenciamos em União Bandeirantes atualmente. Esse secretário vai continuar enganando até quando?”, questionou.

Din Din ainda fez outra grave denúncia contra a Prefeitura: a escola do Município, financiada com recursos do Governo Federal está construída, mas o empreiteiro da obra levou as chaves porque não recebeu. As salas estão todas trancadas. “Hoje o posto de saúde de União Bandeirante não tem material para sutura”, denunciou.

Ao finalizar seu pronunciamento, Din Din disse que vai aguardar a próxima convocação do secretário para que ele possa questioná-lo sobre as promessas não cumpridas.

Comentar

Print Friendly, PDF & Email

COMPARTILHE

BAIXE NOSSO APLICATIVO

RESENHA POLITICA

TEIA DIGITAL

DIRETO DE ROLIM

TEMPO REAL

PUBLICIDADE

Instagram

Instagram has returned empty data. Please authorize your Instagram account in the plugin settings .
WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
pt_BRPortuguese