Interior

MACHADINHO DO OESTE: MP/RO promoverá audiência pública virtual para implantação da APAC

A APAC  é uma entidade civil de direito privado, com personalidade jurídica própria, dedicada à recuperação e reintegração social dos condenados a penas privativas de liberdade

O Ministério Público de Rondônia promoverá na próxima segunda-feira (07/12), às 16h, audiência pública virtual para debater a implantação do Método APAC – Associação de Proteção e Assistência aos Condenados, em Machadinho do Oeste. O evento será realizado por meio do canal do MP no Youtube (www.youtube.com/mprobr).

A APAC  é uma entidade civil de direito privado, com personalidade jurídica própria, dedicada à recuperação e reintegração social dos condenados a penas privativas de liberdade.

O evento que discutirá a implementação do serviço em Machadinho é uma realização do Grupo de Atuação Especial de Controle Externo da Atividade Policial e Fiscalização da Execução Penal (GAESP) e Promotoria de Justiça de Machadinho do Oeste.

A audiência terá como palestrantes o gerente de Metodologia da FBAC de Minas Gerais, Daniel Luiz da Silva, e o gerente-geral da APAC de Ji-Paraná, Roberto Carlos Costa. Atuarão como mediadoras as Promotoras de Justiça Naiara Ames de Castro Lazzari e Eiko Danieli Vieira de Araki, coordenadora do GAESP.

Ministério Público promoverá audiência pública virtual para implantação da APAC

O principal objetivo da APAC é promover a humanização das prisões, sem perder de vista a finalidade punitiva da pena. O propósito do método é evitar a reincidência no crime e oferecer alternativas para o condenado se recuperar.

A associação opera como entidade auxiliar dos Poderes Judiciário e Executivo, na execução penal e na administração do cumprimento das penas privativas de liberdade nos regimes fechado, semiaberto e aberto.

A principal diferença entre a APAC e o sistema carcerário comum é que, na APAC, os presos (chamados de recuperandos) são corresponsáveis pela recuperação deles, além de receberem assistência espiritual, médica, psicológica e jurídica prestadas pela comunidade. A segurança e a disciplina são feitas com a colaboração dos recuperandos, tendo como suporte funcionários, voluntários e diretores das entidades, sem a presença de policiais e agentes penitenciários.

FONTE: MP/RO

Comentar

Print Friendly, PDF & Email

COMPARTILHE

BAIXE NOSSO APLICATIVO

RESENHA POLITICA

TEIA DIGITAL

DIRETO DE ROLIM

TEMPO REAL

PUBLICIDADE

Instagram

Instagram has returned empty data. Please authorize your Instagram account in the plugin settings .

PARCEIROS

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
pt_BRPortuguese