Em Linhas Gerais

Em linhas Gerais – Ivone Cassol “Foi uma das poucas mulheres de chefe do estado sem soberba” – por Gessi Taborda

O POVO MERECE

ELEIÇÕESNão, de verdade não há grandes mudanças possíveis no quadro estabelecido pelas convenções partidárias encerradas no último dia do mês de junho. Pouca coisa pode ser mudada nas decisões de convencionais até a última hora da apresentação das atas à Justiça Eleitoral. Os candidatos são os escolhidos e não serão substituídos, a não ser em caso de morte. E com os nomes já divulgados que o povo terá de fazer a sua escolha.

Imaginar que um povo mereça um bom governante é um absurdo. Merece o que vai escolher. Mesmo que seja enganado por falsas promessas, mereceu ser enganado, restará, pois, ao enganador pagar pelo engano.

Um povo merece os partidos que aí estão, merece afinal a corrupção, ou o mau uso dos recursos. Vote melhor, não se deixe enganar, dedique-se a compreender melhor o olhar, os gestos, as palavras. Aprenda a interpretar, a ler entre as linhas.

 

ENGANAÇÃO

eleiçõeseeOs próprios candidatos optam para enganar, falar o que o povo quer ouvir, presta-se assim ao jogo da enganação. “Engana-me que eu gosto”.

O que um governo que em nenhum momento representou a renovação tão esperada pela sociedade, ao longo de seu tempo, vai poder falar ao povo? Como conseguir entusiasmar esse povo que ainda recentemente saiu às ruas clamando por mudanças que não vieram?

Gostaria de ver como os marqueteiros irão recomendar aos comandantes da nau governista falar um pouco mais do futuro e das esperanças do povo rondoniense. A mim parece-me um desses diálogos do absurdo. Se não conseguirem pela mágica a tão sonhada vitória, os remanescentes desse “partido” no poder receberão um partido em demolição.

 

CONDOMÍNIO

ivoveConheço bem a mulher de Ivo Cassol. A imagem que tenho de dona Ivone é de uma mulher excepcional, preocupada com questões sociais, como demonstrou enquanto responde (no governo de seu marido) pela política social do Palácio Getúlio Vargas.

Mulher simpática, humilde, conquistou respeito e amizade em todos os círculos da vida rondoniense. Foi uma das poucas mulheres de chefe do estado sem soberba. Porém (e sempre tem um porém) dona Ivone nunca me pareceu ter interesse em entrar na disputa partidária. Mas, de acordo com fonte próxima de Ivo, ela será o nome decidido para disputar o cargo de senador. Não sei como conseguirão explicar essa questão para os eleitores do estado.

Do jeito que está, com Jaqueline escolhida para disputar o governo, uma das filhas de Cassol para concorrer a uma cadeira na Assembleia e, agora, com a mulher, dona Ivone, para o Senado, fica parecendo que o grupo Cassol pretende tratar a política rondoniense como seu condomínio particular.

 

DOTE

Segundo consta, diante da falta de dote dos demais pretendentes à vaga de senador, Cassol optou pela solução familiar. Afinal, se é para bancar uma aventura cara como a disputa pelo senado, melhor gastar com gente de casa.

 

NÃO É DE MÁRMORE

eleiçõeseeQue Expedito Junior ainda está inelegível não resta a menor dúvida. Mas mesmo assim ele teve seu nome homologado na convenção do PSDB para disputar o governo rondoniense. A coluna sempre discorreu sobre o assunto sustentando teses de juristas entendidos do tal direito eleitoral, de que Expedito está inelegível para o pleito que começa agora.

Mas a vida não é de mármore. E convenhamos: sem Expedito na disputa a eleição perderia muito no aspecto do confronto entre o continuísmo e a continuidade.

 

JULGAMENTO POPULAR

eleiçõeseeExpedito foi condenado num processo de compra de votos. Perdeu sua cadeira de senador para Acir Gurgacz (que agora disputa a reeleição sem nunca ter sido eleito), ficou calado por um bom tempo e agora ressurge com a “certeza” de que tem plenas condições de participar do pleito, submetendo-se ao julgamento do povo.

Cabe à Justiça a palavra final. Expedito parece não temer o julgamento do povo, mas deverá temer se tiver de concorrer sub-júdice, com meros documentos protelatórios capazes de ser usado politicamente pelos adversários.

 

FEDERAL

osAfirmações ignóbeis, sem pé e nem cabeça. Li ontem em algum site jornalístico da capital comentário de um “colunista” dando conta de que Odacir Soares (até então cotado para entrar na disputa como candidato a senador) seria apeado da disputa desse ano por “não ter voto”.

Pode-se, claro, não gostar de Odacir (o que é muito fácil), mas não se pode falar uma coisa dessas sobre um camarada que exerceu por três vezes o mandato de senador, isso depois de ter passado pela Câmara dos Deputados. Odacir (que já foi até prefeito de Porto Velho) deverá integrar a chapa dos candidatos a deputado federal de seu partido.º

 

RECESSO BRANCO

SabiaDurante os meses de campanha eleitoral (agosto e setembro), a Câmara dos Deputados fará dois esforços concentrados para votações. Nesse período, a Casa terá apenas quatro dias para apreciação de propostas. O presidente da Câmara, Henrique Eduardo Alves (PMDB-RN), informou que haverá sessões deliberativas nos dias 5 e 6 de agosto e 2 e 3 de setembro.,,

 

 

SEM VAGAS

E por falar em recesso, a falta de vagas para se estacionar nas proximidades da Assembleia continuam como dantes, mesmo no período de recesso que começou no último dia 1º do corrente mês.

 

ESQUiZOFRENIA

psb-bandeiraEntão ficou decidido: o nome escolhido para vice do candidato do (a reeleição) PMDB é de Daniel Pereira, indicado pelo prefeito Mauro Nazif, do PSB. Ora, como o PSB tem candidato a presidente da República (Eduardo Campos) e o PMDB compõem a chapa de Dilma (com Temer, como vice), estamos diante de mais uma esquizofrenia política rondoniense. Será que os eleitores visualizarão Campos e Marina no palanque governista numa cena não só esdrúxula como surrealista?

 

PURO SANGUE

E o PT vai para a campanha com uma chapa puro sangue. Padre Ton disputará o governo, tendo como vice a vereadora Fátima Ferreira (a Fatinha), de Porto Velho.

 

PURO SANGUE

Comentário ouvido de um pepista “chegado” na família Cassol: “Com o anúncio da participação de dona Ivone nossa chapa é a mais puro-sangue de Rondônia e não um amontoado de pangarés”.

 

 

Comentar

Print Friendly, PDF & Email

COMPARTILHE

BAIXE NOSSO APLICATIVO

RESENHA POLITICA

TEIA DIGITAL

DIRETO DE ROLIM

TEMPO REAL

PUBLICIDADE

Instagram

Instagram has returned empty data. Please authorize your Instagram account in the plugin settings .
WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
pt_BRPortuguese