Mundo

Egito planeja exibir ao vivo em TV execução de universitário que matou colega de turma que o rejeitara

A Justiça do Egito planeja exibir ao vivo em TV a execução de um estudante que matou a facadas uma colega de turma que o rejeitara.

Mohamed Adel, de 21 anos, matou Naira Ashraf depois que ela o recusou o seu pedido de casamento, nos arredores da universidade onde eles estudavam.

O desembargador disse que o crime, que chocou a nação, justifica não só a pena de morte, mas também a transmissão ao vivo – algo que não é feito no país desde 1998.

O egípcio foi condenado à morte em 6 de julho. O ataque a Naira, que era cristã, foi registrado por câmera de segurança da Universidade de Mansoura, de acordo com o “Daily Star”.

Naira Ashraf

Naira Ashraf Foto: Reprodução

Nas imagens, Mohamed foi visto dando um soco na cabeça de Naira enquanto ela descia de um ônibus. Após ela cair, o agressor deu vários golpes com faca no pescoço da vítima.

Monhamed foi dominado por transeuntes, enquanto Ashraf morreu no local.

O Parlamento egípcio recebeu um pedido do tribunal para que a execução seja transmitida em TV pública ao vivo para todo o país. Acredita-se que, ao fazê-lo, o tribunal espera impedir que assassinatos semelhantes ocorram.

“A transmissão, mesmo que apenas parte do início do processo, poderia atingir o objetivo de dissuasão, que não foi alcançado com a transmissão da sentença propriamente dita”, disse em nota o tribunal de Mansoura.

A pena de morte está em vigor em 55 países.

FONTE:

Comentar

Print Friendly, PDF & Email

About the author

Gomes

Add Comment

Click here to post a comment

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

COMPARTILHE

BAIXE NOSSO APLICATIVO

RESENHA POLITICA

TEIA DIGITAL

DIRETO DE ROLIM

TEMPO REAL

PUBLICIDADE

Instagram

Instagram has returned empty data. Please authorize your Instagram account in the plugin settings .
WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
pt_BRPortuguese