Atualidades

Depois de viajar aos EUA, Abraham Weintraub é exonerado

O ministro da Educação, Abraham Weintraub, o secretário de Educação Básica, Janio Macedo, e o presidente do Inep, Alexandre Lopes, concedem entrevista coletiva sobre o resultado do Programa Internacional de Avaliação de Estudantes (Pisa)

Abraham Weintraub foi exonerado neste sábado (20) do Ministério da Educação. Ele deixou o cargo há dois dias.

A exoneração foi publicada em edição extra do Diário Oficial da União, que cita que a saída dele foi “a pedido”. O ex-ministro já está nos Estados Unidos, confirmaram à CNN o MEC e o irmão do ex-ministro, Arthur.

Na sexta-feira, Weintraub disse ao colunista Igor Gadelha que a viagem aos EUA devia-se a ameaças de morte que estaria recebendo. “A prioridade total é que eu saia do Brasil o quanto antes. Agora é evitar que me prendam, cadeião e me matem”, disse.

O ministro deixou o cargo na última quinta-feira e irá ocupar um cargo de direção no Banco Mundial.

Economista de formação e professor da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp), Weintraub estava no cargo desde abril de 2019, quando substituiu Ricardo Vélez Rodríguez.

No período, acumulou polêmicas envolvendo o orçamento das universidades federais, o adiamento do Enem (Exame Nacional do Ensino Médio), acusações de racismo e críticas ao Supremo Tribunal Federal (STF).

O presidente Jair Bolsonaro escolheu o atual secretário-executivo do ministério, Antonio Paulo Vogel de Medeiros, para assumir o comando da pasta interinamente, como a CNN noticiou ainda na tarde desta quinta-feira.

FONTE: CNN BRASIL

Comentar

Print Friendly, PDF & Email

COMPARTILHE

BAIXE NOSSO APLICATIVO

RESENHA POLITICA

TEIA DIGITAL

DIRETO DE ROLIM

TEMPO REAL

PUBLICIDADE

Instagram

Instagram has returned empty data. Please authorize your Instagram account in the plugin settings .

PARCEIROS

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
pt_BRPortuguese