Cultura

Cultura afrodescendente é fortalecida em calendário cultural do Estado de Rondônia

Governo de Rondônia, por intermédio da Coordenadoria de Cultura da Superintendência Estadual da Juventude, Cultura, Esporte e Lazer, vem criando políticas favoráveis ao fortalecimento das culturas afrodescendentes

O Governo de Rondônia, por intermédio da Coordenadoria de Cultura da Superintendência Estadual da Juventude, Cultura, Esporte e Lazer (Sejucel), vem criando políticas favoráveis ao fortalecimento das culturas afrodescendentes. O Dia da Consciência Negra é comemorado na próxima sexta-feira (20), instituído pela Lei Federal nº 12.519. A data proporciona a reflexão sobre o racismo e as suas implicações na atualidade e pretende evidenciar as desigualdades e violências contra a população negra ainda existente em nossa sociedade. Embora ainda haja muito a ser feito para vivermos em uma sociedade que cultua a paz,

As políticas públicas estaduais se refletem no apoio dado a eventos como a Festa do Divino Espírito Santo que passa por  vários municípios do Vale do Guaporé, com destaque para Guajará-Mirim, e eventos alusivos à memória de Tereza de Benguela, símbolo da luta pela construção de uma cultura sem discriminação racial. Eventos que fazem parte do calendário cultural do Estado e orçamentado pela Sejucel.

Em Rondônia, há a Lei 4266, de 27 de Abril de 2018, que institui, em âmbito estadual, a data de 25 de julho como o marco à “Memória de Tereza de Benguela e o Dia da Mulher Negra”,  representada pela “Rainha Tereza”, símbolo de luta e resistência.

O técnico da Sejucel, professor doutor Alécio Valois Pereira de Araújo, destaca que as datas relacionadas à cultura afrodescendente como parte do calendário oficial reflete positivamente dentro do Estado. “O Governo de Rondônia ter previsto em seu orçamento o apoio à Festa do Divino Espírito Santo e ao dia alusivo a Tereza de Benguela, pode e deve ser entendido como uma prova cabal de que o governador reconhece a importância dos valores culturais dos afrodescendentes para a construção da identidade rondoniense”, esclarece o professor.

Os dois eventos que valorizam os negros no Estado, neste ano, não poderão ser realizados devido à pandemia.

A data foi escolhida em 2011, por meio da Lei nº 12.519, como o “Dia Nacional de Zumbi e da Consciência Negra”. A escolha da data foi uma referência à morte de Zumbi dos Palmares, um dos maiores líderes quilombolas do país.

FONTE: SECOM/RO

Comentar

Print Friendly, PDF & Email

About the author

Marcio Martins martins

Add Comment

Click here to post a comment

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

COMPARTILHE

BAIXE NOSSO APLICATIVO

RESENHA POLITICA

TEIA DIGITAL

DIRETO DE ROLIM

TEMPO REAL

PUBLICIDADE

Instagram

Instagram has returned empty data. Please authorize your Instagram account in the plugin settings .

PARCEIROS

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
pt_BRPortuguese