Noticias

Corpo da vidente Mãe Dináh é enterrado em São Paulo

O corpo da vidente Benedicta Finazza, conhecida como Mãe Dináh, foi enterrado na tarde deste sábado (3) no Cemitério da Paz, no Morumbi, Zona Sul de São Paulo. Ela morreu na madrugada deste sábado, aos 83 anos.

Mãe Dináh havia sido internada no Hospital da Luz, na Vila Mariana, Zona Sul de São Paulo, na última quata-feira (30). O hospital, por meio de nota, informou que Mãe Dináh sofria de doença neuromuscular chamada miastenia e, por isso, usava medicações que reduzem a imunidade e fragilizam o organismo. Em decorrência disso, segundo nota divulgada pelo hospital, a vidente desenvolveu problemas urinários e gastrointestinais e sofreu uma falência múltipla dos órgãos.

Mãe Dináh se considerava “sensitiva e intuitiva com percepção extra-sensorial” e possuía registro de terapeuta holística. Entre as previsões mais famosas estão a de que o Corinthians conquistaria o título da Libertadores e a de que o Santos venceria o Paulista, ambos fatos ocorridos em 2012.

Outra premonição atribuída à Mãe Dináh é a de que a banda Mamonas Assassinas sofreria um desastre aéreo. Ela afirmava que quando via o grupo na televisão eles apareciam envolvidos por fumaça preta. Em março de 1996, o avião que levava os artistas se chocou com a Serra da Cantareira.

Morre a vidente Brasileira Mãe Dinah em São Paulo neste sábado (03). Imagem de arquivo de 01/01/1996. Mãe Dinah ganhou notoriedade  depois de supostamente ter previsto o acidente com o grupo Mamonas Assassinas (Foto: Ricardo Teles/Estadão Conteúdo)
Mãe Dináh morreu neste sábado em São
Paulo (Foto: Ricardo Teles/Estadão Conteúdo)

Em 2009, mãe Dináh deu uma entrevista para Zé do Caixão em que falou sobre a infância, os dons sobrenaturais e previsões, como as mortes do piloto Ayrton Senna e da cantora Elis Regina.

Nascida em São Paulo, mãe Dináh era filha de pai italiano e bisneta pelo lado materno de tupis-guaranis, passou a infância no bairro do Paraíso, Zona Sul de São Paulo. Afirmava ter iniciado as “ações sensitivas” aos 3 anos de idade contando suas visões de fatos que aconteceriam com pessoas da família ou com amigos. Alegava ter premeditado a morte da avó, poucas horas antes de acontecer, aos 7 anos.

Com 13 anos, ela começou a fazer suas primeiras sessões para colegas de escola e vizinhos. Durante seu ritual de trabalho, Mãe Dináh afirmava não usar vela, carta, tarô, búzios ou qualquer jogo ou oráculo, utilizando como método somente olhar para a pessoa ou analisar o nome completo e a data de nascimento.

Veja na íntegra a nota do Hospital da Luz:

O Hospital da Luz informa que a Sra. Benedicta Finazzi (conhecida como Mãe Dinah), de 83 anos, faleceu na madrugada deste sábado (3 maio).

A paciente, que deu entrada no Pronto-Socorro no último dia 30 e foi imediatamente internada na Unidade de Terapia Intensiva (UTI), era portadora de miastenia grave, doença neuromuscular, e por este motivo usava medicações imunossupressoras, que diminuem a imunidade e fragilizam o organismo. Em função desse quadro de saúde delicado, desenvolveu problemas no trato urinário e gastrointestinal e, apesar de todos os esforços médicos empreendidos, o quadro evoluiu para falência múltipla dos órgãos.

O hospital se solidariza com familiares e amigos da Sra Benedicta Finazzi.

Comentar

Print Friendly, PDF & Email

COMPARTILHE

BAIXE NOSSO APLICATIVO

RESENHA POLITICA

TEIA DIGITAL

DIRETO DE ROLIM

TEMPO REAL

PUBLICIDADE

Instagram

Instagram has returned empty data. Please authorize your Instagram account in the plugin settings .
WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
pt_BRPortuguese