Teia Digital

Aumento da área plantada de soja não se reflete na produção – Por Silvio Persivo

Descobri que tenho muita sorte. “Se a sua vida for a melhor coisa que já te aconteceu, acredite, você tem mais sorte do que pode imaginar” (Daniel Godri).

FIERO DESTACA EFEITOS POSITIVOS DA REDUÇÃO DO IPI

Segundo a Federação das Indústrias do Estado de Rondônia (FIERO) a edição do Decreto nº 11.158, que entrou em vigor sexta-feira, 29, reduzindo em  35% o Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI) da maioria dos produtos fabricados no Brasil é uma ótima notícia para a indústria e o setor produtivo rondoniense. Elogiando, em release, o governo federal pela medida que adotou, considerada uma estratégia inteligente, afirma que beneficiou a indústria brasileira reduzindo a carga tributária pesada e melhorando a competitividade dos produtos nacionais e até mesmo conseguiu preservar o polo industrial de Manaus. Alguns produtos ficaram de fora, por exemplo, as motocicletas, pois o principal local de fabricação é na capital do Amazonas. Mas, há um processo gradual de diminuição do tributo e será feito para não prejudicar a Zona Franca de Manaus, que hoje se beneficia pela isenção do imposto. O corte de impostos deve ter efeito sobre 4 mil produtos não fabricados na Zona Franca de Manaus. Na região são produzidos eletrodomésticos, veículos, motocicletas, bicicletas, TVs, celulares, aparelhos de ar-condicionado e computadores, entre outros itens.O Ministério da Economia garante que a redução beneficia mais de 300 mil empresas da indústria de transformação. O impacto da medida será de R$19,6 bilhões. Para a FIERO, o decreto contribui para a reindustrialização do país por meio da redução da carga tributária, incentivando a competitividade da indústria nacional e a consequente potencial geração de emprego e renda em todas as regiões e terá reflexo positivo no Produto Interno Bruto (PIB), com a redução do custo Brasil e maior segurança jurídica e aumento da produção.

MUNICÍPIOS DO AMAZONAS GERAM SALDO POSITIVO DE EMPREGOS PELO QUINTO MÊS

Os dados do Novo Caged apontam que o interior do Amazonas, pelo quinto mês seguido, teve, em junho, saldo positivo dos empregos formais. As contratações (+1.703)  superaram as demissões (-1.134), resultando num acréscimo de 569 postos de trabalho com carteira assinada e alta de 1,44% sobre o estoque anterior. O resultado foi melhor do em maio (+506 e +1,30%) e bem superior ao de 12 meses atrás (+294 e +0,75%). Com isto, os municípios ampliaram o quadro de trabalhadores formais no 1º semestre (+2.096) e no acumulado dos últimos 12 meses (+3.156). A alta nas contratações foi sustentada pela maior oferta de vagas na construção, comércio e serviços, sendo seguidos pela indústria. Tradicional motor de contratações a agropecuária fechou no azul sem passar de um dígito. A quantidade de municípios com saldo positivo aumentou e os destaques foram Itacoatiara, Humaitá e Iranduba. Em junho, 36 dos 61 municípios do interior do Amazonas tiveram mais admissões do que desligamentos –contra as 41, de maio. Ao menos nove pontuaram estabilidade e os 16 restantes extinguiram empregos.

COCA-COLA COMPLETA 80 ANOS DE ATUAÇÃO NO BRASIL

A Coca-Cola faz, em 2022, 80 anos de atuação no Brasil. A empresa que, segundo anunciou, mantém um ciclo de investimentos no país, no patamar de R$ 3 bilhões anuais, fomentando, agora, anuncia um aporte de cerca de R$ 200 milhões para os negócios de pequenos empreendedores. Com a  campanha “Desejos para o futuro” celebra esta trajetória e explora os anseios da empresa para os próximos anos, a partir de ações que podem ser iniciadas e realizadas hoje. A proposta é a de fornecer as ferramentas necessárias para que os pequenos empreendedores alcem voos cada vez mais altos. Para impulsionar pequenas empresas do varejo alimentício, a “Coca-Cola dá um gás no seu negócio”. Por meio de capacitação, a plataforma visa acelerar grande parcela de seus clientes e tem objetivo de impactar mais de 300 mil negócios neste primeiro ano. Segundo Silmara Olívio, diretora de Relações Corporativas Cone Sul na Coca-Cola América Latina, “Nossa trajetória no Brasil mostra que não recuamos diante de desafios. Acreditamos no potencial dos empreendedores brasileiros e queremos, junto com eles, fazer a diferença hoje, amanhã e nos próximos 80 anos. Essa iniciativa chega para inspirar e apoiar o crescimento dos locais onde atuamos na retomada da pandemia, posicionando a Coca-Cola como o melhor parceiro de negócio”. Com informações de Zeca Lemos da Solar Coca-Cola.

AUMENTO DA ÁREA PLANTADA DE SOJA NÃO SE REFLETE NA PRODUÇÃO

Segundo a DATAGRO, a safra de soja na América do Sul alcançou um novo recorde de área semeada em 2021/22, porém em relação à produção, o desempenho não foi satisfatório por causa das chuvas escassas no Centro-Sul do Brasil, Paraguai e Argentina. Os dados coletados apontam para 63,75 milhões de hectares, bem acima dos 62,71 mi do relatório de fevereiro e 4% superior aos 61,44 mi da temporada 2020/21. Houve aumento expressivo nas áreas de Paraguai, Uruguai, Brasil e Bolívia, mas, no caso da Argentina, foi registrada retração pelo segundo ano consecutivo. No entanto, o rendimento bem aquém da normalidade, importou na revisão da produção potencial da região para 181,54 milhões de toneladas, ante a estimativa anterior de 181,84 mi de t, o que resulta num corte de 9% sobre o recorde de 199,08 mi de t alcançado na safra passada. Nota com informações da I’Max Comunicate More, via Claudia Molina.

AUTOR: SILVIO PERSIVO –  COLUNA TEIA DIGITAL

  • A opinião dos colunistas colaboradores são de sua inteira responsabilidade e não reflete necessariamente a posição da Folha Rondoniense

Comentar

Print Friendly, PDF & Email

COMPARTILHE

BAIXE NOSSO APLICATIVO

RESENHA POLITICA

TEIA DIGITAL

DIRETO DE ROLIM

TEMPO REAL

PUBLICIDADE

Instagram

Instagram has returned empty data. Please authorize your Instagram account in the plugin settings .
WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
pt_BRPortuguese