Mundo

Vitória de Democrata aproxima Biden de maioria no Congresso

Resultado das eleições para senador na Geórgia é fundamental para futuro do governo do presidente eleito Joe Biden

Com 98% das urnas apuradas, o democrata Raphael Warnock venceu a republicana Kelly Loeffler no segundo turno da eleiçõe para senador na Geórgia, realizada na terça-feira (5) nos Estados Unidos. A votação tem papel vital no futuro do governo do presidente eleito Joe Biden, pois o resultado final dirá se Biden terá maioria no Congresso americano, o que facilitaria a articulação de projetos e leis propostas pela Casa Branca.

Warnock derrotou a senadora republicana Kelly Loeffler no segundo turno das eleições estaduais, de acordo com projeções dos principais meios de comunicação social do país.

“Esta noite, mostramos que com esperança, trabalho árduo e pessoas ao nosso lado, tudo é possível”, disse Warnock a seus apoiadores, em um discurso virtual transmitido por várias mídias. Sua adversária ainda não admitiu a derrota.

De acordo com as projeções da imprensa americana sobre a votação, quando já foram apurados mais de 97% dos votos, o democrata teria ultrapassado 50% dos votos, com uma vantagem de mais de 30 mil sobre Kelly Loeffler.

Eleição especial

Um segundo turno em eleição norte-americana é uma ocorrência rara e ainda se junta ao fato de ambas as cadeiras estarem em disputa. A vaga de Perdue é a que estaria em jogo normalmente seguindo o calendário eleitoral. Ele foi eleito em 2014 e cumpriu os seis anos regulamentares.

A cadeira ocupada por Kelly Loeffler está em uma eleição especial porque o senador Johnny Isakson, eleito em 2016, se aposentou em 2019 por motivos de saúde. O governador do Estado, Brian Kemp, apontou Loeffler para ocupar o cargo ao longo de 2020 até a votação desta terça, que definirá quem será o senador pelo restante do mandato, que se encerra em 2022.

Ambos os cargos estão em aberto porque nenhum dos candidatos teve votação acima de 50% na primeira votação, em 3 de novembro. Ao contrário de outros Estados, a Geórgia não teve apenas dois candidatos para cada vaga. Na votação de Perdue e Ossoff, havia um candidato independente na lista e na de Loeffler e Warnock, mais um republicano e um democrata.

FONTE: R7.COM COM EFE

Comentar

Print Friendly, PDF & Email

About the author

Marcio Martins martins

Add Comment

Click here to post a comment

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

COMPARTILHE

BAIXE NOSSO APLICATIVO

RESENHA POLITICA

TEIA DIGITAL

DIRETO DE ROLIM

TEMPO REAL

PUBLICIDADE

Instagram

Instagram has returned empty data. Please authorize your Instagram account in the plugin settings .

PARCEIROS

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
pt_BRPortuguese