Geral

Parada Gay em São Paulo registra mais de 200 atendimentos médicos

A 18ª Parada do Orgulho LGBT, realizada no domingo (4) em São Paulo, registrou 206 atendimento médicos e 21 remoções para unidades médicas na capital, segundo informou a assessoria de imprensa da Secretaria Municipal de Saúde (SM). De acordo com a pasta, o perfil dos pacientes é geralmente de vítimas de embriaguez ou mal-estar.

Ao todo foram 28 ambulâncias e cinco postos médicos ao longo do trajeto da festa, que começou pela manhã na Avenida Paulista e terminou à noite na Praça da República.

De acordo com a Polícia Militar (PM), 100 mil pessoas participaram da edição deste ano da parada, que teve como tema “País sem Homolesbotransfobia: Chega de Mortes! Criminalização Já!” . A organização do evento não forneceu estimativa sobre o número de participantes.

O objetivo dos organizadores do evento foi ressaltar a importância da questão e reforçar o pedido por punições mais rígidas a quem praticar crimes de homofobia.

Violência
Ainda segundo a PM, foram registradas quatro ocorrências criminais: furto, tráfico de drogas, posse de drogas e apreensão de armas – 5 punks estavam com machadinho e soco inglês.

Algumas pessoas, no entanto, relataram aoG1 que tiveram seus aparelhos celulares furtados durante a Parada Gay e também durante o show de encerramento. “Colocaram a mão no meu bolso e pegaram. Pediram para eu entregar o relógio também”, disse Júnior Barbosa Ferreira, de 39 anos.

O estudante Maurício de Souza, de 17 anos, também afirmou que seu celular foi furtado. “Estava filmando, fui guardar no bolso. Quando coloquei a mão de novo não estava mais lá”, afirmou.

O coronel da PM Marcelo Pignatari confirmou que dezenas de pessoas procuraram a polícia para relatar furtos de celulares, carteiras e outros objetos. “Essas pessoas foram orientadas a se dirigirem a delegacias da região ou então a registrarem um boletim pela internet”, explicou Pignatari.

Por esse motivo pode haver mais ocorrências, já que existe a possibilidade de fazer o registro eletrônico pela internet.

Participante concentrado para a 18ª Parada do Orgulho de Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis e Transexuais de São Paulo. (Foto: Nelson Almeida/AFP Photo)
Participante concentrado para a 18ª Parada do Orgulho de Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis e Transexuais de São Paulo. (Foto: Nelson Almeida/AFP Photo)
Participantes vão à 18ª edição da Parada LGBT, que acontece na Av. Paulista. (Foto: Caio Kenji/G1)
Participantes vão à 18ª edição da Parada LGBT, que acontece na Av. Paulista. (Foto: Caio Kenji/G1)
Grupo se reúne para participar da 18ª edição da Parada LGBT de São PAulo. (Foto: Nelson Almeida/AFP Photo)
Grupo se reúne para participar da 18ª edição da Parada LGBT de São PAulo. (Foto: Nelson Almeida/AFP Photo)

Comentar

Print Friendly, PDF & Email

COMPARTILHE

BAIXE NOSSO APLICATIVO

RESENHA POLITICA

TEIA DIGITAL

DIRETO DE ROLIM

TEMPO REAL

PUBLICIDADE

Instagram

Instagram has returned empty data. Please authorize your Instagram account in the plugin settings .
WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
pt_BRPortuguese