Interior

Mais de dois mil procedimentos foram realizados pelo “Saúde no Interior” em São Francisco do Guaporé

Com o objetivo de prestar assistência médica à população da região do Vale do Guaporé, em São Francisco do Guaporé, aconteceu no último final de semana, a terceira etapa do projeto “Saúde no Interior”, coordenado pela Secretaria de Estado da Saúde (Sesau). Com duração de dois dias, a ação levou 15 médicos especialistas nas áreas de urologia, dermatologia, cardiologia, ortopedia, oftalmologia, anestesiologia, ultrassonografia e cirurgiões gerais.

Reduzir a fila de espera por consultas com médicos especialistas, cirurgias e exames nos municípios mais distantes da Capital, que aumentou por conta da pandemia, é o principal intuito do projeto.

Paciente destacou atendimentos à população

A paciente Cilene Milian, de 46 anos, que pôde realizar a cirurgia na vesícula por meio da ação, agradeceu o cuidado que recebeu da equipe. “Todos os profissionais estão de parabéns pelo atendimento e carinho com pacientes. Sou extremamente grata por ter realizado a minha cirurgia nesta ação. Obrigada ao secretário de saúde e ao governador Marcos Rocha, pelo projeto”, conta Milian. 

A primeira etapa do “Saúde no Interior” aconteceu em Vilhena com 1.435 procedimentos realizados. Em seguida, foi a vez de Rolim de Moura com mais de 2,8 mil pessoas atendidas e agora São Francisco do Guaporé com 2.057 procedimentos concluídos. 

Só nesta etapa foram realizadas 528 consultas com médicos especialistas; 26 ultrassonografia; 70 eletrocardiograma; 83 cirurgias de baixa, média e alta complexidade; 90 exames de tonometria; 90 exames de refração; 103 atendimentos com retornos agendados; 273 com retorno confirmado; 344 triagem de pressão arterial; 344 triagem de peso; 18 ecocardiograma; 58 teste rápidos de Vírus da imunodeficiência humana (HIV), hepatite B,C e  sífilis; 21 riscos cirúrgicos e 9 holter aplicados.  

Mais de dez tipos de procedimentos foram realizados

O secretário de Estado da Saúde, Fernando Máximo, destaca a importância da ação para diminuir a fila de espera. “Nosso principal objetivo é zerar a fila de espera, que aumentou devido a pandemia da covid-19. Por esse motivo estamos fazendo o possível para atender todo o Estado com qualidade e celeridade”, finaliza Máximo. A meta também é diminuir a quantidade de transferências de pacientes agendados para hospitais de Porto Velho.

Para entrar na lista de regulação, o paciente deve procurar o posto de saúde mais próximo da sua residência, onde será cadastrado e encaminhado para uma fila de espera.  A partir disso, o paciente será chamado para receber atendimento no município contemplado pela ação. Outras etapas estão previstas para acontecer em Buritis e Ariquemes.

FONTE: SECOM/RO

Comentar

Print Friendly, PDF & Email

COMPARTILHE

BAIXE NOSSO APLICATIVO

RESENHA POLITICA

TEIA DIGITAL

DIRETO DE ROLIM

TEMPO REAL

PUBLICIDADE

Instagram

Instagram has returned empty data. Please authorize your Instagram account in the plugin settings .

PARCEIROS

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
pt_BRPortuguese