Teia Digital

Maioria dos estados do norte e nordeste possuem empregos formais do que o Auxílio Brasil – Por Silvio Persivo

Só os verdadeiros gênios sabem o quanto somos infantis. “A infância está sempre presente nas coisas que se faz” (Cândido Portinari).

MEC AUTORIZA NOVO CURSO DE MEDICINA EM JI-PARANÁ

O Ministério da Educação, por meio da Portaria nº 535, publicada no dia 18 de março de 2022, autorizou o  curso de Medicina do IDOMED, vinculado à Faculdade Estácio Unijipa de Ji-Paraná, no município de Ji-Paraná, para ofertar 28 vagas de Medicina a partir do segundo semestre de 2022.  O curso de Medicina do IDOMED terá duração de seis anos com aulas teóricas e práticas em laboratórios e cenários externos (unidades de saúde, policlínicas e hospitais).  Segundo informação da instituição, ao longo do curso, os alunos terão acesso a equipamentos com tecnologia de ponta para a prática de procedimentos médicos em simuladores/robôs, antes do contato com o paciente real, no Laboratório de Simulação Realística, além de terem acesso a estudo de anatomia em realidade virtual. Também estarão disponíveis laboratórios de imagenologia (para o estudo aprofundado dos exames de diagnóstico por imagem – tomografia, ressonância magnética, radiografia, entre outras), de anatomia com peças cadavéricas formolizadas e de técnicas cirúrgicas simuladas. A unidade contará ainda com uma biblioteca completa e tecnológica, além de laboratórios de informática. 

MAIORIA DOS ESTADOS DO NORTE E DO NORDESTE POSSUEM MENOS EMPREGOS FORMAIS DO QUE AUXÍLIO BRASIL

Um estudo do Poder360 com dados de fevereiro de 2022 revela que o número de beneficiários do programa Auxílio Brasil é maior que o de empregos com carteira assinada (o que exclui setor público) em 12 das 27 Unidades da Federação (Maranhão, Bahia, Pará, Piauí, Paraíba, Pernambuco, Alagoas, Ceará, Sergipe, Amazonas, Amapá e Acre), considerando os 41 milhões de trabalhadores com carteira assinada. Estes estados estão todos localizados no Norte e no Nordeste. O Rio Grande do Norte é o único nordestino que possui mais empregos formais com carteira do que beneficiários do Auxílio Brasil. Em números absolutos, porém, São Paulo e a Bahia são, com mais de 2 milhões, de longe, os estados com mais beneficiados com 2.225.382 e 2.211.315 beneficiários, o que representa 24,2% do total. Se juntarmos todos os estados que possuem mais de 1 milhão de beneficiados (São Paulo, Bahia, Minas Gerais, Pernambuco, Rio de Janeiro, Ceará, Pará e Maranhão) teremos 12.170.870 beneficiários, ou seja, 65,7% dos beneficiários concentrados nestes 8 estados. Rondônia possui apenas 103.566 beneficiários, ou seja, 0,56% dos beneficiários, enquanto possui 249.891 empregos formais, sendo, com Tocantins e Roraíma, os únicos estados da região amazônica onde os empregos formais superam o número de beneficiários.

VENDAS DE PÁSCOA DEVEM CRESCER ATÉ 2,5% NOS SHOPPINGS

As expectativas do comércio com a Páscoa são boas, inclusive porque as vendas de chocolates estão sendo as maiores desde o início da pandemia, mesmo com maior inflação. De acordo com a ALSHOP (Associação Brasileira de Lojistas de Shopping) as vendas devem crescer até 2,5%. Luís Augusto Ildefonso, diretor de relações Institucionais da ALSHOP, disse que “Os impactos da pandemia sobre a economia do país e do mundo mostram o que as pessoas sentem na prática; preços mais elevados e dificuldades na cadeia produtiva. Apesar dos bons indicadores como a geração de empregos formais, o comércio vem sofrendo com aumento de preços que impactam de forma negativa sobre o dia a dia, e verá uma melhora tímida nas vendas nesta Páscoa”. Isto se traduz também pelo fato de que  os ovos estão até 40% mais caros do que em 2021 e por isto, os supermercados apostaram em versões menores de ovos e bombons. Ainda assim, mesmo com maior afluência dos consumidores nas lojas, o e-commerce é o canal de vendas que teve maior crescimento com um faturamento que se prevê 15 vezes mais em comparação com 2019. Os shoppings constataram que, apesar da  tímida recuperação das vendas, seus movimentos vem crescendo bastante desde janeiro. Em uma comparação com fevereiro do ano passado, a alta foi de 24,2%. Já o aumento das vendas foi de 10,6% ante o mesmo período. O tempo de permanência também aumentou para 1 hora em média e cada consumidor gasta um ticket médio de R$120,00. Dados provenientes da ALSHOP. Os fabricantes de chocolates e bombons, por outro lado, acreditam num crescimento de 10% nas vendas e a Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo-CNC estimou que as vendas da Páscoa devem atingir R$ 2,6 bilhões. A nota utiliza dados da ALSHOP e de Thalita Sollazzo, da cQuatro Comunicação.

PORTO DO PARÁ TEM MAIOR CRESCIMENTO NO BIMESTRE

O setor portuário nacional (portos públicos e terminais autorizados) movimentou 179,8 milhões no primeiro bimestre deste ano. É um crescimento de 1,8% em relação ao mesmo período do ano passado. Os dados são da Agência Nacional de Transportes Aquaviários (Antaq). Segundo a mesma fonte, os terminais privados movimentaram 120,1 milhões de toneladas em janeiro e fevereiro, uma queda de 1% em relação ao mesmo período do ano passado. Os portos públicos movimentaram 59,6 milhões de toneladas, aumento de 8%. O grande destaque foi o Porto de Vila do Conde (PA), que movimentou 27% a mais neste primeiro bimestre do que no anterior. Em 2022, a instalação paraense movimentou três milhões de toneladas. O Terminal Aquaviário de Madre de Deus (BA) movimentou 3,2 milhões de toneladas, aumento de 16%. Em relação aos perfis de carga, as instalações portuárias movimentaram 99 milhões de toneladas de granel sólido nos primeiros dois meses, crescimento de 3,9% em relação ao primeiro bimestre de 2021. A movimentação de granel líquido caiu 3,2%. Neste ano, foram movimentados 49,8 milhões de toneladas. A carga geral solta cresceu 19,8%, alcançando 11,3 milhões de toneladas. A carga conteinerizada registrou uma queda de 3,9% em relação ao primeiro bimestre de 2021. Em janeiro e fevereiro acumulados, foram movimentados 19,7 milhões de toneladas (1,8 milhão de TEUs)

AUTOR: SILVIO PERSIVO –  COLUNA TEIA DIGITAL

  • A opinião dos colunistas colaboradores são de sua inteira responsabilidade e não reflete necessariamente a posição da Folha Rondoniense

Comentar

Print Friendly, PDF & Email

COMPARTILHE

BAIXE NOSSO APLICATIVO

RESENHA POLITICA

TEIA DIGITAL

DIRETO DE ROLIM

TEMPO REAL

PUBLICIDADE

Instagram

Instagram has returned empty data. Please authorize your Instagram account in the plugin settings .

PARCEIROS

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
pt_BRPortuguese