Noticias

Governador Confúcio Moura pode ser abandonado por lideranças do PMDB

O governador do estado Confúcio Moura, esta passando por cima das lideranças do PMDB,  e ele próprio esta costurando  uma rede de aliados para tentar a sua reeleição. e este gesto tem deixado irritado caciques do próprio partido do governador.

Conforme uma fonte ouvida pela Folha Rondoniense que garantiu que as lideranças do PMDB, se sentem incomodados  pelas incursões do governador junto aos outros  partidos tentando  atrai-los  para sua reeleição, é que  em troca Confúcio  esta  oferecendo uma grande coligação tanto na majoritária  como nas proporcionais, ou seja , também se coligariam para deputado federal e deputado estadual, posição esta que contraria interesses dos  caciques do partido, que não aceitam serem trampolim para aqueles políticos sem grupo, e que só na hora  das eleições é que se lembram do PMDB.

 Por outro Lado, no inicio de seu governo, Confúcio loteou o mesmo em diversos partidos, sendo grande parte destinada ao DEM  de José Bianco e o PT  de Roberto Sobrinho, agora o  PT se recusa a  compor com o Confúcio, e os outros partidos estão abandonado a barca furada de Confúcio, e o governador vai sentir na pele a ira e a traição dos companheiros do próprio PMDB e aliados, no final só restará Confúcio e Lucio Mosquini para apagarem  as luzes.

A folha Rondoniense tem informações de  fonte segura, que o Senador Valdir Raupp, pouco  se empenhará  na reeleição do governador, primeiro por achar que sua reeleição foi pro brejo, segundo vai alegar que compromissos a nível nacional o impedirá de estar presente por estas bandas, e tem absoluta certeza que sua esposa a deputada federal Marinha Raupp, candidata a Reeleição, esta tranquila , e poderá de novo ser a  mais votada do estado.

Autor Gomes Oliveira

Fogo Amigo.

Vejam o que saiu na imprensa (Folha do Sul Online)

“Se quiser disputar a reeleição, Confúcio vai ter que melhorar”, diz Amir Lando

O deputado negou que esteja trabalhando contra a reeleição do governador Confúcio Moura, seu colega de partido.

100_0751Na manhã de ontem, o deputado federal Amir Lando (PMDB) esteve no gabinete do prefeito Zé Rover (PP), quando anunciou a liberação de recursos da União para Vilhena. O parlamentar disse que tem conseguido repassar aos municípios as emendas que haviam sido apresentadas por seu antecessor, Natan Donadon, que foi afastado do cargo após ser condenado pelo STF.

Em entrevista exclusiva ao FOLHA DO SUL ON LINE, o deputado negou que esteja trabalhando contra a reeleição do governador Confúcio Moura, seu colega de partido. A despeito de matérias publicadas na imprensa da capital, dando conta de que ele teria se juntado ao senador Valdir Raupp para torpedear as pretensões de Confúcio, Amir explicou: “Quem falou que não iria disputar  a reeleição foi o próprio governador. Eu só fiz um comentário sobre as declarações dele”.

Lando disse que, nos últimos dias, tem notado que Confúcio parece mais disposto a lutar pela reeleição, mas alerta: “Se quiser mesmo buscar um segundo mandato, ele vai ter que melhorar seu desempenho”, aconselhou, acrescentando que, caso o colega de legenda resolva mesmo ir às urnas para se manter no cargo, apoiará seu nome. “Não pense que isso é uma crítica. Eu disse a mesma coisa ao próprio governador, e pessoalmente!”

Em relação a si mesmo, o peemedebista disse que, embora esteja em condições eleitorais de concorrer ao Senado, onde já esteve por duas vezes, deve mesmo ir para a reeleição no ano que vem. “Devemos fazer uma composição com outros partido e, portanto, a única vaga para senador deverá ser ocupado por aliados”, avalia.

Fonte: Folha do Sul On Line

Comentar

Print Friendly, PDF & Email

COMPARTILHE

BAIXE NOSSO APLICATIVO

RESENHA POLITICA

TEIA DIGITAL

DIRETO DE ROLIM

TEMPO REAL

PUBLICIDADE

Instagram

Instagram has returned empty data. Please authorize your Instagram account in the plugin settings .
WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
pt_BRPortuguese