Cultura

Festival de Woodstock é celebrado em documentário inédito no Brasil

image 007

O lendário festival de Woodstock é tema de “Woodstock: Três Dias Que Definiram Uma Geração”, documentário inédito que chega ao Brasil através do Curta! e do Curta!On – Clube de Documentários, streaming disponível no NOW e na internet em curtaon.com.br A música, a política e o movimento hippie são ingredientes explosivos de uma verdadeira revolução cultural que se materializou numa fazenda no norte do estado de Nova York, em agosto de 1969.

No filme, dirigido por Barak Goodman (de “Scottsboro: An American Tragedy”, indicado ao Oscar de melhor documentário em 2001), tudo começa três anos antes, quando a realização do festival era apenas uma ideia. Até que uma fazenda descampada, grande o suficiente para receber uma multidão, é encontrada na cidade de Woodstock, localizada no Condado de Ulster, no estado de Nova York. Alguns outros festivais já aconteciam na época, mas nada com o tamanho e a relevância que o de Woodstock teria.

O contexto daquele momento histórico era complexo. Em 1969, em meio à Guerra Fria e, mais precisamente, à Guerra do Vietnã, jovens norte-americanos eram convocados a lutar por seu país do outro lado do mundo. No ano anterior, Martin Luther King, grande líder do Movimento dos Direitos Civis, havia sido assassinado. Além dele, outro pacifista, o senador Robert Kennedy, também fora morto a tiros. O posicionamento contra a guerra e a opressão — e a favor da paz, da liberdade e do amor — se espalha entre jovens de todo o país, que veem Woodstock como uma utopia, um local em que poderiam vivenciar seus valores e, ao mesmo tempo, disseminar uma nova consciência.

E assim aconteceu. Entre histórias dos bastidores, depoimentos de quem esteve presente, manchetes de jornal, imagens de shows — como a histórica apresentação de Jimi Hendrix —, corpos livres e muita música, o documentário vai se desenrolando cronologicamente, dedicando-se principalmente aos dias de festival. Bruno Eliard, um dos participantes de Woodstock, resume: “Estávamos compartilhando o que amamos, que é música incrível com muitos amigos”.  A estreia é na Segunda da Música, 25 de julho, às 22h.

Helena Ignez refilma cena clássica de ‘O Bandido da Luz Vermelha’ na série ‘Segundo Take’

A cineasta Helena Ignez é a convidada de “O Bandido da Luz Vermelha, com Helena Ignez”, terceiro episódio da série “Segundo Take”, que recria cenas clássicas do cinema brasileiro a partir do olhar de outros diretores. Neste episódio, a cineasta refilma uma cena de “O Bandido da Luz Vermelha” (1968), longa com o qual tem uma relação pessoal: ela é a viúva do diretor, Rogério Sganzerla.

Completando a homenagem, Helena convida uma filha do casal, a atriz Djin Sganzerla, para reviver a personagem Jane, encenada pela própria Helena no filme original. Enquanto preparam a nova cena, mãe e filha relembram da vida e da obra de Sganzerla, falecido em 2004. A exibição é na Quarta do Cinema, 27 de julho, às 21h.

Segunda da Música (MPB, Jazz, Soul, R&B) – 25/07

22h – “ Woodstock: Três Dias Que Definiram Uma Geração” (Documentário)Em agosto de 1969, quase meio milhão de pessoas se reuniram em uma fazenda no norte do estado de Nova York para ouvir música. O que aconteceu nos três dias seguintes, no entanto, foi muito mais do que um show. O evento se tornaria lendário, definiria uma geração e marcaria o fim de uma das décadas mais turbulentas da história moderna. Direção: Barak Goodman. Duração: 99 min. Classificação: 14 anos. Horários alternativos:  26 de julho, quarta-feira, às 2h e às 16h; 27 de julho, quinta-feira, às 10h; 30 de julho, sábado, às 22h.

PROMOhttps://youtu.be/0LofdhbwprsFOTOS: https://drive.google.com/drive/folders/1B6EdmejXL710HAyuSjn1N3E5bcxlBfao?usp=sharing

Terça das Artes (Visuais, Cênicas, Arquitetura e Design) – 26/07

20h30 – “Vilanova Artigas – O Arquiteto e a Luz” (Documentário)O documentário remonta a trajetória do icônico arquiteto brasileiro João Batista Vilanova Artigas. Por meio das lembranças de familiares, amigos, alunos, imagens de arquivo e visitas a seis de suas principais obras, a história de vida de Artigas é contada. Direção: Pedro Gorski e Laura Artigas. Duração: 93 min. Classificação: Livre. Horários alternativos: 27 de julho, quarta-feira, às 00h30 e às 14h30; 28 de julho, quinta-feira, às 8h30; 30 de julho, sábado, às 13h45; 31 de julho, domingo, às 19h45; 1º de agosto, segunda-feira, às 2h50.

PROMOhttps://youtu.be/RVndrKc-FfgFOTOS: https://drive.google.com/drive/folders/1d5XVR15yqFzmkiJYkEPjHn-teLOiwDRu?usp=sharing

Quarta de Cinema (Filmes e Documentários de Metacinema) – 27/07

21h – “Segundo Take” (Série) – Ep.: “O Bandido da Luz Vermelha, com Helena Ignez”Neste episódio de “Segundo Take”, Helena Ignez convida sua filha, a atriz Djin Sganzerla, para uma homenagem em família: a recriação de uma cena do filme “O Bandido da Luz Vermelha” (1968), dirigido por Rogério Sganzerla, que foi marido de Helena e pai de Djin. A filha do casal de cineastas revive a personagem Jane, que no filme original foi interpretada por Helena. Enquanto preparam a nova versão da cena, mãe e filha relembram a vida e a obra do diretor, falecido em 2004. Direção: Adriana Borges Duração: 26 min. Classificação: 12 anos Horários alternativos: 28 de julho, quinta-feira, às 01h e às 15h; 29 de julho, sexta-feira, às 09h00; 30 de julho, sábado, às 19h30

PROMOhttps://youtu.be/VykReqrKD4IFOTOS: https://drive.google.com/drive/folders/1s1mE3HgP9KEiRY8HkXTGRgZJK5SGuMuE?usp=sharing

Quinta do Pensamento (Literatura, Filosofia, Psicologia, Antropologia) – 28/07

20h30 – “Carolina de Jesus” (Documentário)O documentário conta a trajetória da escritora Carolina Maria de Jesus, que virou sucesso nos anos 1960 e, desde então, inspira escritores e artistas como Ruth de Souza, Zezé Motta e Conceição Evaristo. Direção: Vanessa de Araújo Souza. Duração: 55 min. Classificação: Livre. Horários alternativos: 29 de julho, sexta-feira, às 00h30 e às 14h30; 30 de julho, sábado, às 15h30; 31 de julho, domingo, às 21h30; 1º de agosto, segunda-feira, às 8h30.

PROMOhttps://youtu.be/1nGyBQLVFTYFOTOS: https://drive.google.com/drive/folders/1s1mE3HgP9KEiRY8HkXTGRgZJK5SGuMuE?usp=sharing

Sexta da Sociedade (História Política, Sociologia e Meio Ambiente) – 29/07

22h30 – “Antissemitismo, 2000 Anos de História” (Série) – Episódio: “Novos Rostos”Como, depois de Auschwitz, o antissemitismo ainda é possível? Apesar da divulgação das imagens dos campos de extermínio nazistas e de todos os livros, artigos de jornais e medidas políticas, jurídicas ou educacionais, a Fênix antissemita está renascendo das cinzas ao redor do mundo, reciclando estereótipos ancestrais. Com o século XXI e o mundo da internet e das redes sociais, surgem novos desafios. Direção: Jonathan Hayoun. Duração: 52 min. Classificação: 14 anos. Horários alternativos: 30 de julho, sábado, às 2h30 e às 12h30; 31 de julho, domingo, às 18h30; 1º de agosto, segunda-feira, às 16h30; 2 de agosto, terça-feira, às 10h30.

PROMOhttps://youtu.be/vW5YdUVID9YFOTOS: https://drive.google.com/drive/folders/18MJYtC0QYaOLL8LV54I3QhtuXCzs7yAY?usp=sharing

Sábado – 30/07

18h30 – “Palavra Crítica” (Série) – Episódio: “Ernesto Barros”A série documental “Palavra Crítica” apresenta a vida e o pensamento de 12 críticos de cinema. Cada episódio enfoca a trajetória de um desses críticos, revelando desde as primeiras memórias relacionadas ao cinema, passando pelos caminhos que levaram à profissão, até chegar ao debate sobre a análise fílmica. Este episódio traça o perfil de Ernesto Barros, mostrando sua paixão por cinema desde os tempos em que, em sua pequena cidade natal, assistia a filmes depois da feira. Ele aborda o cinema digital, com suas inúmeras possibilidades, e descreve o impacto de um filme que marcou a sua vida. Direção: Tiago Leitão. Duração: 27 min. Classificação: Livre. Horários alternativos: 27 de julho, quarta-feira, às 20h; 28 de julho, quinta-feira, às 00h e às 14h; 29 de julho, sexta-feira, às 8h; 31 de julho, domingo, às 8h30.

PROMOhttps://youtu.be/rYy2pepgdWgFOTOS: https://drive.google.com/drive/folders/1vPgK7CJllH5LHN7T4ho9FY6dcasDhVkn?usp=sharing

Domingo – 31/07

18h – “Mistérios do arquivo” (Série) – Episódio: “1961: Yuri Gagarin, o primeiro homem no espaço”A série “Mistérios do Arquivo” resgata registros históricos feitos em vídeo de personalidades e eventos marcantes do século XX, examinando-os quadro a quadro e revelando seus bastidores. Neste episódio, vemos imagens escamosas e borradas que, aparentemente, nada mostram de espetacular. No entanto, o homem que é filmado realiza um dos sonhos mais ousados do século XX. Na quarta-feira, 12 de abril de 1961, pela primeira vez, uma pessoa viaja para o espaço. Ele é um cidadão soviético. Seu nome é Yuri Gagarin. Direção: Serge Viallet e Julien Gaurichon. Duração: 30 min. Classificação: Livre. Horários alternativos: 29 de julho, sexta-feira, às 23h30; 30 de julho, sábado, 3h30 e 10h30; 1º de agosto, segunda-feira, às 17h30; 2 de agosto, terça-feira, às 11h30.

PROMOhttps://youtu.be/l974jCCDBKYFOTOS: https://drive.google.com/drive/folders/1jUReB5h1flX6lIskNUHlY3qL7eBVSCaF?usp=sharing

Sobre o Grupo Curta!

O Grupo Curta! tem como missão a difusão de conteúdos audiovisuais relevantes nas áreas de artes e humanidades, sejam brasileiros ou estrangeiros, através da TV linear (canal CURTA!), de plataformas de streaming de operadoras de telecom e da internet. A curadoria de conteúdos é, portanto, o motor central do grupo e foi uma das que mais aprovaram projetos originais para financiamento da produção pelo Fundo Setorial do Audiovisual: já foram mais de 125 longas documentais e 872 episódios de 77 séries que chegam ao público em primeira mão através de suas janelas de exibição:

O canal Curta!, linear, está presente nas residências de mais de 10 milhões de assinantes de TV paga e pode ser visto nos canais 556 da NET / Claro TV, 75 da Oi TV e 664 da Vivo Fibra, além de em operadoras associadas à NeoTV; 

Curta!On, o novo clube de documentários do Curta!, no NOW da Claro/NET, conta com mais de 450 filmes e episódios de séries documentais, organizadas  por temas de interesse como Música, Artes, MetaCinema, Meio Ambiente e Sustentabilidade, Mitologia e Religião, Sociedade e Pensamento. Há também pastas especiais com novidades – que estreiam a cada mês –, conteúdos originais exclusivos, biografias, além de uma degustação para quem ainda não é assinante do serviço.

Tamanduá TV, plataforma marketplace aberta para qualquer internauta, já reúne mais de quatro mil conteúdos. O usuário pode alugar filmes e séries específicos ou assinar de forma econômica um dos pacotes que contêm conteúdos segmentados por área de interesse: CineBR, CineDocs, CineEuro, CurtaEducação (para professores e estudantes do Ensino Médio e Enem), MetaCinema (para aficcionados e estudantes de Cinema), entre outros.  Os pacotes CineBR, CineDocs e CineEuro são disponibilizados desde 2018 como serviço de valor agregado (SVA) para perto de oito milhões de assinantes de banda larga fixa (ISP) da operadora CLARO, sem custo adicional. 

As atividades do Grupo Curta! também promovem a geração de royalties para produtores audiovisuais independentes, com a exploração de seus direitos audiovisuais nas diferentes janelas de streaming. O pacotes Cines da Tamandua TV e do Curta!ON estão repassando anualmente mais de R$ 1,5 milhão de reais em royalties para os produtores dos conteúdos que difunde.

Para mais informações entre em contato:

FONTE: ASSESSORIA AGÊNCIA FEBRE – 

Comentar

Print Friendly, PDF & Email

COMPARTILHE

BAIXE NOSSO APLICATIVO

RESENHA POLITICA

TEIA DIGITAL

DIRETO DE ROLIM

TEMPO REAL

PUBLICIDADE

Instagram

Instagram has returned empty data. Please authorize your Instagram account in the plugin settings .
WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
pt_BRPortuguese