Cultura

Circuito Rondon Cultural encerrou 2ª fase com apresentações musicais, danças juninas e orientais

Quadrilha junina Rádio Farol Mirim fez a segunda apresentação da noite, no Ginásio Cláudio Coutinho

 Circuito Rondon Cultural movimentou o final de semana em Porto Velho, com a presença do público, que prestigiou as várias apresentações culturais e de dança, que aconteceram no Ginásio Cláudio Coutinho e Teatro Estadual Palácio das Artes.

O maestro da Orquestra Villa-Lobos, Marcelo Yamazaki participou do evento cultural no Ginásio Cláudio Coutinho e parabenizou a Superintendência Estadual da Juventude, Cultura, Esporte e Lazer – Sejucel, por promover oportunidades aos músicos, grupos de danças e demais segmentos em mostrar suas artes ao público.

Marcelo Yamazaki parabenizou o Governo de Rondônia pelo incentivo à cultura e realização do Circuito Rondon

“É um circuito que realmente veio para ficar e quero parabenizar o Governo de Rondônia por essa iniciativa. Espero que possamos continuar com esse Circuito Cultural durante anos, promovendo o fomento da cultura rondoniense”, disse Marcelo Yamazaki.

No Ginásio Cláudio Coutinho, a noite de apresentações do Circuito Cultural começou com a apresentação do cantor portovelhense Silvinho Santos, que antes de apresentar suas canções, prestou homenagem ao seu pai, o saudoso jornalista e compositor Silvio Santos, conhecido como ‘Zé Katraca’.

De acordo com o governador Marcos Rocha, o Circuito Rondon Cultural foi criado visa fomentar a cultura, valorizar o artista e dar oportunidade para a população conhecer os talentos do estado, “foram duas fases com apresentações culturais que teve como objetivo valorizar a diversidade cultural do Estado e mostrar a disposição em fazer políticas públicas para o setor”, afirmou.

Para a superintendente da Sejucel, Camila Lima, o Circuito Rondon Cultural trouxe uma experiência diferente à população, com um misto de artes expressas em todos os dias do evento. “Estamos satisfeitos com o resultado, e entendemos que as próximas edições trarão uma representatividade e presença, ainda maiores. Foi um grande projeto, que envolveu muita dedicação, zelo e amor pela cultura e pelo nosso povo”.

Companhia de Dança Cristina Pontes fez apresentação de danças orientais no Teatro Palácio das Artes

APRESENTAÇÕES

Além da programação no Ginásio Cláudio Coutinho, o Teatro Estadual Palácio das Artes contou com grande presença de público para acompanhar as apresentações, que foram iniciadas no fim da tarde, e contou com o encerramento da Companhia de Dança Cristina Pontes, com uma apresentação de dança oriental, retratando “Todas as Tribos”, com a participação de 13 integrantes.

Para Cristina Pontes, que participou pela primeira vez com uma apresentação tribal, se sentiu contente com a oportunidade em estar no Circuito Rondon Cultural. “Mostramos várias fusões, etnias, trazendo uma mistura de danças inéditas. Todos os anos apresentamos dança do ventre, árabe, egípcia e cigana, com mulheres de todas as idades e estamos muito felizes em fazer parte deste momento”, salientou.

Uma das integrantes da Companhia de Dança Cristina Pontes, Lene Reis, contou que realizou “um sonho de muito tempo e com apenas três meses de dança do ventre, aproveitou a oportunidade de se apresentar pela primeira vez ao público”.

FONTE: SECOM/RO

Comentar

Print Friendly, PDF & Email

About the author

Gomes

Add Comment

Click here to post a comment

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

COMPARTILHE

BAIXE NOSSO APLICATIVO

RESENHA POLITICA

TEIA DIGITAL

TEMPO REAL

PUBLICIDADE

Instagram

Instagram has returned empty data. Please authorize your Instagram account in the plugin settings .
WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com