Noticias

Cassol acusa empresa de difamá-lo em concurso‏

      O senador Ivo Cassol, durante discurso na Tribuna do Senado nesta terça-feira (24), afirmou que questionará na justiça o Detran de Rondônia e o Instituto de Desenvolvimento Educacional, Cultural e Assistencial Nacional (Idecan). Em concurso público para a contratação de pessoal para o Detran-RO, o Idecan, órgão responsável pela elaboração das provas, inseriu uma questão cujo enunciado afirmava que                Cassol havia sido condenado por fraude em licitação e, depois, preso.

      Ivo Cassol reconheceu que foi condenado, mas não por fraude em licitação, e sim por “fragmentação” de processo licitatório, quando era prefeito do município de Rolim de Moura. Ao alegar que essa condenação foi injusta, o senador explicou ter desmembrado as licitações porque o repasse de cada obra tinha origem em emendas distintas, algo comum nas administrações municipais do país, portanto, prestação de contas e processo licitatório deveriam ser individuais. Cassol acrescentou que recorre da decisão do Supremo Tribunal Federal. “E quem é essa empresa Idecan? Com certeza, é uma empresa desonesta. Estamos entrando com um processo contra a empresa, contra os diretores da empresa e contra a diretora do Detran”, disse.

       Ivo Cassol afirmou, ainda, que a irmã dele, Jaqueline Cassol, pré-candidata ao governo de Rondônia, é vítima de perseguição política. O objetivo, segundo o senador, é inviabilizar a candidatura. “Fizeram acusações falsas para tentar desestabilizar a pré-candidatura dela mas não adianta, a Jaqueline é forte e a verdade sempre vai prevalecer”.

        Agência Senado Assessoria de Imprensa

Comentar

Print Friendly, PDF & Email
Tags

COMPARTILHE

BAIXE NOSSO APLICATIVO

RESENHA POLITICA

TEIA DIGITAL

DIRETO DE ROLIM

TEMPO REAL

PUBLICIDADE

Instagram

Instagram has returned empty data. Please authorize your Instagram account in the plugin settings .
WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
pt_BRPortuguese