Politica

Agentes penitenciários participam de Seminário de formação política

 (Fotos: Cleris Muniz/Ag. Imagem News)

Agentes penitenciários compareceram em massa na sexta-feira (25), no Centro de Convenções O Compadre Restaurante, para o Seminário Viver Bem, Viver Verde – Formando Líderes para um Brasil Sustentável, com o médico sanitarista e político brasileiro, Eduardo Jorge.

Pré-candidato à presidência da república pelo Partido Verde (PV), Eduardo Jorge defendeu a implementação de políticas públicas com base no respeito ao meio ambiente. Afirmou que para o país crescer é necessário investir na geração de energia mais limpa, ocasião em que cobrou maior rigor na concessão de licenciamento ambiental na construção de usinas hidrelétricas ao criticar a forma como foram licenciadas as duas usinas no Rio Madeira.

O médico reforçou também que é necessário fortalecer os municípios e não somente federalizar os investimentos públicos. Criticou o número de cargos comissionados no país, em torno de 25 mil no Governo Federal. “Tudo demais vira veneno. E nesse caso, estamos envenenados”, ressaltou.

Estiveram ainda presentes os pré-candidatos ao Senado, Ismael Correa, e ao Governo Estadual, Marcos Sussuarana. Este último destacou a importância do Seminário, com o objetivo de discutir as diretrizes programáticas da sigla ao considerar que é um processo importante na construção e elaboração do plano de governo.

Além de responder perguntas sobre reforma tributária, maioridade penal, economia e educação, a questão prisional foi um dos assuntos mais palpitantes levantados pelos profissionais do sistema. Segundo o palestrante, o Brasil possui a 3ª maior população carcerária do mundo, ficando atrás somente de EUA e China. “Se São Paulo fosse um país, seria o que mais construiu penitenciárias no mundo”, revelou ao defender melhores políticas voltadas ao Sistema Penitenciário.

Presente no Seminário, o presidente do Sindicato dos Agentes Penitenciários e Socioeducadores do Estado de Rondônia (Singeperon), Anderson Pereira, destacou o interesse da categoria na formação política. “Os servidores penitenciários há muito já vêm assumindo a posição de protagonistas no cenário político, buscando melhorias e colaborando com a implementação de políticas públicas mais eficazes no sistema prisional”, enfatizou.

“A luta nacional por meio da Federação, os movimentos grevistas e a ocupação de cargos de direção são alguns exemplos deste amadurecimento dos profissionais penitenciários”, salientou o presidente do Singeperon.

No fim, a Fundação Verde Herbert Daniel entregou um certificado de participação para os presentes.

 

 

Comentar

Print Friendly, PDF & Email

COMPARTILHE

BAIXE NOSSO APLICATIVO

RESENHA POLITICA

TEIA DIGITAL

DIRETO DE ROLIM

TEMPO REAL

PUBLICIDADE

Instagram

Instagram has returned empty data. Please authorize your Instagram account in the plugin settings .
WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
pt_BRPortuguese