Resenha Politica

Vinícius Miguel sofreu uma pressão enorme de eventuais aliados para que se filiasse ao União Brasil – Por Róbson Oliveira

Mesmo com um perfil político diametralmente diferente do governador Marcos Rocha, Vinícius Miguel sofreu uma pressão enorme de eventuais aliados para que se filiasse ao União Brasil

RASTEIRA 

Próximo da data final para que os parlamentares troquem de partido sem que sejam penalizados com a perda do mandato, a deputada federal Mariana Carvalho (PSDB) tenta de todas as formas forçar a filiação no PL de Valdemar da Costa Neto (Ex-deputado federal envolvido no Mensalão). O PL é comandado em Rondônia pelo senador Marcos Rogério, provável candidato a governador, que faz oposição firme contra o governador Marcos Rocha, candidato à reeleição.  

RASTEIRA 1

Mariana quer ingressar no Partido Liberal para ser indicada a candidata a senadora sem a obrigação de apoiar o senador Marcos Rogério, uma vez que a tucana aderiu com o prefeito da capital à campanha de reeleição do governador. A filiação da deputada federal ao PL seria uma rasteira no senador rondoniense com a ajuda do filho de Jair Bolsonaro, senador Flávio Bolsonaro, que, aliás, andou por estas bandas sendo ciceroneado pelos filhos de Aparício de Carvalho, inclusive com festinhas particulares em plena pandemia.  

REVOADA 

Embora o PSDB tenha um pré-candidato a presidente, governador paulista João Dória, Mariana Carvalho não esconde que a família é entusiasta da candidatura de reeleição de Jair Bolsonaro e do governador de Rondônia Marcos Rocha. Nas mídias sociais é possível verificar tanto ela quanto o irmão nos eventos dos bolsonaristas. Os tucanos nacionais sabem que a deputada está de saída do ninho e ofereceu, sem sucesso, o PSDB para que o professor Vinícius Miguel fosse candidato a governador. Assim como chamaram de volta à legenda o ex-senador Expedito Junior.  

GUITA 

A filiação do professor Vinícius Miguel ao PSB foi sem dúvida a fato mais significativo dos últimos dias. É um jovem que vem ascendendo na política estadual e, na medida que a população vai conhecendo,  sobe também o seu cacife. Como as convenções partidárias ocorrem somente no final de julho, muita candidatura atualmente posta vai se dissipando pelo caminho, mas o jovem professor está sendo estimulado para que dispute uma candidatura majoritária. Tem perfil para ambas, mas a senatorial lhe cairia muito mais consistente do que a de governador. Como também a de deputado federal, que, para os cientistas políticos bem mais sabidos que este cabeça chata, seria uma barbada. Apesar de que em campanha eleitoral nem sempre o vento sopra para o lado mais festejado: uma vez que tem começo, meio e fim. E o fim eventualmente é incerto em Rondônia com a corda torando no lado do suposto mais forte. 

PERFIL 

Mesmo com um perfil político diametralmente diferente do governador Marcos Rocha, Vinícius Miguel sofreu uma pressão enorme de eventuais aliados para que se filiasse ao União Brasil. Somente um neófito em política acredita que é possível enganar o eleitor com a junção de pessoas que professam posições tão diferentes quanto Vini e Rocha. Caso ingressasse no Titanic chapa branca, Vinicius teria embarcado numa canoa furada. Fez certo ao se filiar numa legenda leve que tem como uma das principais lideranças novas de Rondônia Jesualdo Pires, ex-prefeito que transformou Ji-Paraná numa cidade agradável de se viver e bonita de se ver. 

PESQUISAS 

Várias pesquisas para consumo interno estão sendo apuradas pelos dirigentes partidários de Rondônia com o objetivo de nortear as ações com vistas às eleições. A coluna conseguiu acesso total a pelo menos duas, e aos números de uma outra. As três, igualmente, revelam aquilo que a coluna havia cravado no início do mês: vai ser uma eleição disputada voto a voto. Não há espaço para WO. Os números, mesmo com pequenas diferenças, sugerem para uma disputa duríssima tanto para governo quanto para o Senado. Não há favoritos, por enquanto. 

NOMINATAS 

As nominatas para as oito vagas de deputado federal estão exigindo mais esforços dos partidos e muita lábia para convencer pessoas fora do espectro político a colocarem os nomes para a disputa e somar no quociente eleitoral. Andrey Cavalcanti, por exemplo, é um nome novo que pode aparecer nestas eleições. Conhecido entre os advogados como um vencedor das eleições da OAB tem tudo para cair nas graças do eleitor mais jovem. É uma pessoa boa de conversa, correto e de uma simpatia contagiante. Tem posições política modernas e bem sintonizadas com a realidade. A filiação ao PSD deverá ocorrer até sexta-feira, com o apoio da direção nacional do partido.  

DECIDIDO 

Apesar da incredulidade dos principais caciques da política estadual, o deputado federal Léo Moraes (Podemos) decidiu que vai encarar a disputa a governador de Rondônia. O parlamentar ainda não anunciou oficialmente, mas nos bastidores arma o palanque sem o compromisso de carregar nas costas figuras carimbadas que exigem mundos e fundos pelo apoio, e não raro, exigências tão bizarras que podem ser caracterizadas à margem da legislação eleitoral. Léo tem dito: antes só do que mal acompanhado. O deputado está decido.  

BUSCA 

Esta coluna manifestou na edição passada estranheza em virtude do silêncio das autoridades após uma operação policial envolvendo dirigentes do Departamento de Estradas e Rodagens (DER), ocorrida por determinação da 4ª Vara Criminal da capital. Prometemos aos leitores da coluna que iríamos tentar furar o cerco para informar sobre os fatos investigados. Conseguimos acesso à decisão por uma fonte privilegiada. São indícios fortes de direcionamento de licitação na contratação de uma empresa de digitalização para tratamento, armazenamento, guarda e organização de acervo documental do DER.  

COOPERAÇÃO 

Embora houvesse uma cooperação técnica entre o DER, Polícia Civil e a Controladoria do Estado para analisar e assessorar o certame, onde foram constatadas várias irregularidades, inclusive suposto aumento de preço indevido, os investigados, Diretor Geral e um assessor, deram de ombros e seguiram com o processo.  

ESTRANHEZA 

Nos autos consta um fato que causou estranheza aos investigadores: a empresa laureada apresentou uma carta proposta de preços na mesma data em que foi instaurado o processo para licitação. Deduz-se, portanto, uma suposta combinação uma vez que na mesma data que foi dada publicidade do certame, a empresa escolhida estava com a carta de proposta concluída, inclusive com fotos do acervo documental do DER. Caso assim reste configurado, havia antecipadamente uma ação em conluio entre os envolvidos para direcionar a licitação para a empresa investigada.  

TERMO 

Não bastassem as irregularidades acima descritas, o Termo de Referência foi confeccionado sem que o objeto que se desejava contratar fosse definido da forma suficiente. As empresas concorrentes terminaram prejudicadas uma vez que houve um suposto direcionamento desequilibrando a igualdade de disputa entre as empresas concorrentes.  

SUSPENSÃO 

Além das buscas e apreensões determinadas pelo juízo por requisição da Polícia Civil que, sejamos justos, tem feito um trabalho exemplar de investigação, apesar das pressões, o contrato foi suspenso até o julgamento do mérito. Foram recolhidos celulares, computadores e pen drives. A investigação corre sob sigilo, o que exige da coluna a preservação da fonte sob qualquer pretexto ou comando. Cabe ao jornalismo investigativo o direito constitucional de levar aos leitores os fatos que eventualmente são jogados para debaixo do tapete com o intuito de dar verniz a cara de pau dos bons moços.  

AUTOR: RÓBSON OLIVEIRA –  COLUNA RESENHA POLITICA

  • A Opinião dos Colunistas Colaboradores são de sua inteira responsabilidade e não reflete necessariamente a posição da Folha Rondoniense

Comentar

Print Friendly, PDF & Email

About the author

Gomes

Add Comment

Click here to post a comment

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

COMPARTILHE

BAIXE NOSSO APLICATIVO

RESENHA POLITICA

TEIA DIGITAL

DIRETO DE ROLIM

TEMPO REAL

PUBLICIDADE

Instagram

Instagram has returned empty data. Please authorize your Instagram account in the plugin settings .
WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
pt_BRPortuguese