Cidades

Sistema de tratamento de água alternativo atende mais de 300 famílias em comunidades de Porto Velho

Estação Salta-Z já foi instalada em quatro comunidades do município

Mais de 300 famílias de comunidades de Porto Velho são beneficiadas com água tratada proporcionada por um sistema de tratamento alternativo. Os moradores, que antes promoviam o tratamento em casa, agora possuem acesso à água de forma segura e limpa através da estação de Solução Alternativa Coletiva Simplificada de Tratamento de Água (Salta-Z).

Até o momento, já foram beneficiadas com o sistema as comunidades Nova Aliança, Vila Calderita, Agrovila Rio Verde e Brasileira. A nova realidade já tem reflexo positivo na saúde dos moradores.

“Esperamos que o índice de doenças diarreicas e verminoses sejam eliminados só restando casos isolados. Os moradores usam a água da Salta-Z para beber, fazer polpa de fruta, sucos e açaí. As pessoas ficam muito agradecidas por agora terem água de qualidade para consumir”, explica Walmir Ferreira, responsável por fazer a manutenção das estações alternativas.

A Salta-Z é um projeto de cooperação entre a Fundação Nacional de Saúde (Funasa) e a Prefeitura de Porto Velho, através da Secretaria Municipal de Saúde (Semusa), que transforma a água bruta do rio e de poços tubulares em água potável e própria para o consumo humano. O sistema é direcionado às pequenas comunidades onde não há tratamento e distribuição de água, como as ribeirinhas, indígenas e quilombolas.

Ailton Furtado, gerente da Divisão de Vigilância, Licenciamento e Risco SanitárioAilton Furtado, gerente da Divisão de Vigilância, Licenciamento e Risco SanitárioO sistema funciona através da captação da água do rio, filtração e desinfecção no dosador de cloro, e conta com um reservatório de 5 mil litros. Conforme o gerente da Divisão de Vigilância, Licenciamento e Risco Sanitário, Ailton Furtado, a água potável fica disponível para uso de toda a população das comunidades e sitiantes que vivem próximos à estação.

“A Vigilância Sanitária Municipal é responsável pela manutenção da estação. Há uma equipe que semanalmente vai na Salta-Z fazer a limpeza das caixas d’água e do sistema de filtragem, reabastecer o cloro, e ainda fazer a coleta para analisar como está a composição da água”, explica Ailton.

Ainda segundo o gerente, uma nova estação alternativa de tratamento de água está sendo construída no distrito de Nova Califórnia, com a previsão de conclusão na primeira quinzena de agosto. Há também projetos de implantação nas comunidades de Cujubim Grande e Terra Firme.

FONTE: ASSESSORIA COMDECOM

Comentar

Print Friendly, PDF & Email

COMPARTILHE

BAIXE NOSSO APLICATIVO

RESENHA POLITICA

TEIA DIGITAL

DIRETO DE ROLIM

TEMPO REAL

PUBLICIDADE

Instagram

Instagram has returned empty data. Please authorize your Instagram account in the plugin settings .
WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
pt_BRPortuguese