Geral

STF prorroga inquérito sobre suposta interferência na PF

Ministro Alexandre de Moraes determinou mais 90 dias para inquérito sobre denúncia do ex-ministro Sergio Moro

ministro Alexandre de Moraes, do STF (Supremo Tribunal Federal), prorrogou nesta terça-feira (20) por mais 90 dias o inquérito que apura acusação de suposta interferência na Polícia Federal feita pelo ex-ministro Sergio Moro, após sua saída da pasta. O prazo terminaria no dia 27 de julho.

“Considerando a necessidade de prosseguimento das investigações, nos termos previstos no art. 10 do Código de Processo Penal, prorrogo por mais 90 (noventa) dias, contados a partir do encerramento do prazo final anterior (27 de julho), o presente inquérito”, afirmou o ministro no despacho.

Moraes é o relator da investigação desde a aposentadoria do ministro Celso de Mello, que conduziu o processo até setembro de este 2020. O inquérito já foi adiado quatro vezes e a forma como o presidente deverá depor à PF também está pendente.

Sergio Moro foi ministro da Justiça do governo Bolsonaro, mas anunciou sua demissão após um ano e quatro meses no primeiro escalão do Planalto, em abril de 2020. Segundo o ex-ministro, sua demissão foi motivada pela troca na direção-geral da Polícia Federal. Por ordem de Bolsonaro, Maurício Valeixo, indicado por Moro, foi afastado do cargo.

FONTE: R7.COM

Comentar

Print Friendly, PDF & Email

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

BAIXE NOSSO APLICATIVO

RESENHA POLÍTICA

TEIA DIGITAL

TEMPO REAL

DIRETO DE ROLIM

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

PARCEIROS

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com