Interessante

Defesa Civil de Rondônia acompanha situação dos níveis dos rios do Estado para o final de ano

Média dos rios neste período do ano tem marca menor, comparado com 2021

Com a realização diária do monitoramento dos principais rios do Estado de Rondônia, possíveis desastres naturais e o planejamento das ações para atender a população que reside em áreas de risco, a Coordenadoria Estadual de Defesa Civil – Cedec tem feito o acompanhamento por meio de sistemas e presencialmente, em todo o Estado.

As informações são repassadas por órgãos como a Agência Nacional de Águas – Ana; Serviço Geológico do Brasil – CPRM e o Sistema de Proteção da Amazônia – Sipam, que passam a situação do clima na região amazônica e em especial, o Estado de Rondônia.

O governador de Rondônia, Marcos Rocha, ressalta que, mesmo durante as festas de final de ano, e devido ao inverno amazônico, a Defesa Civil Estadual continua de prontidão, “realizando todos os acompanhamentos necessários com relação aos rios do Estado e caso necessário, prestar toda a assistência urgente aos municípios”.

O coordenador estadual de Defesa Civil pontua que os rios do Estado transcorrem na normalidade

Para o coordenador de Defesa Civil, tenente-coronel Jaime Fernandes da Silva, salienta que a coordenadoria estadual “atua em um conjunto de atividades preventivas de socorro, assistenciais e reconstrutivas, destinadas a evitar ou minimizar desastres naturais, preservando a população e reestabelecer a moralidade social”.

MONITORAMENTO

A respeito do monitoramento dos rios de Rondônia, Jaime Fernandes salienta que existia a possibilidade de muita chuva para a segunda quinzena de dezembro, porém, a quantidade tem sido menor que o esperado para o período. “No Norte do Estado, que abrange Porto Velho, os níveis de chuvas têm sido menores, no entanto, nos municípios de Guajará-Mirim, Ji-Paraná e Cacoal, tem havido chuvas constantes, mas na média normal”.

Sobre as cotas de alertas dos rios, o tenente-coronel Jaime Fernandes pontua que no município de Ji-Paraná, a marca é de 10,50 metros, porém, apresenta nível normal para o período, com a média de 9,70 metros nesta quarta-feira (28), com oscilação até 9,50 metros.

Em Porto Velho, de acordo com dados do Serviço Geológico do Brasil – CPRM, o Rio Madeira que tem a cota de alerta de 15 metros, marcou 7,23 metros, ficando abaixo da média para o período, comparado ao mesmo de 2021, que estava em 11,30 metros.

O coordenador estadual de Defesa Civil, portanto, esclarece que os rios de Rondônia transcorrem em sua normalidade. “Os rios da região de Guajará-Mirim, onde houve acompanhamento presencial das equipes, também estão com os níveis normais”, finaliza.

FONTE: SECOM/RO

Comentar

Print Friendly, PDF & Email

COMPARTILHE

BAIXE NOSSO APLICATIVO

RESENHA POLITICA

TEIA DIGITAL

TEMPO REAL

PUBLICIDADE

Instagram

Instagram has returned empty data. Please authorize your Instagram account in the plugin settings .
WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com