Esporte

Corinthians inicia testes com público na arena

Cerca de 5.000 crianças participaram na ensolarada manhã deste sábado do primeiro evento-teste com público do Itaquerão, o palco da partida de abertura da Copa-14.

A ideia é testar, com públicos gradualmente cada vez maiores, as estruturas e a performance de áreas como acessos, alimentação, sistema de som, banheiros, evacuação, orientadores de público, entre outras.

Segundo a programação, no dia primeiro de maio, data do jogo entre funcionários da obra e os do Corinthians, o público, que ocupará dois setores, aumentará para entre 10 mil e 15 mil pessoas.

No dia 10, quando devem se enfrentar o time atual do Corinthians e outro de ex-jogadores, serão admitidas entre 30 mil e 35 mil pessoas, com quatro setores liberados.

E, finalmente, dia 18, data prevista para Corinthians x Figueirense, todos setores serão ocupados, por aproximadamente 50 mil torcedores.

Horas antes do início do evento deste sábado, chegavam ao estádio ônibus lotados com crianças e adolescentes de escolas públicas municipais da zona leste, alunos de unidades da escolinha de futebol Chute Inicial do Corinthians e moradores da Vila da Paz, comunidade próxima ao estádio.

Os coros de “Vai Curíntia” eram ouvidos frequentemente. Mas nem só torcedores do time do Parque São Jorge prestigiaram a festividade.

“Que corintiano, que nada”, protestou o garoto Breno Fabrício, 12, que apesar de estar vestido com o uniforme da escolinha que traz o símbolo do Corinthians, é torcedor do rival São Paulo. Ouviu como resposta gritos de “o que você tá fazendo aqui?”

“Estou aqui porque esse é o estádio onde vai acontecer o primeiro jogo da Copa”, justificou o garoto, ao acrescentar que se pode até jogar pelo Corinthians se o time precisar de um lateral-esquerdo.

Nem a animação e os gritos da garotada, acomodada no setor inferior do prédio leste do estádio, a música em volume altíssimo e a voz do locutor alteraram o ritmo de trabalho dos operários que trabalham em outros setores.

Uma frase do mestre de cerimônias provocou risos e comentários irônicos, quando falou que o estádio do Corinthians estava “explodindo”.

Algumas pessoas ainda trazem fresca na memória as três mortes ocorridas na obra e o fato de para o estádio ser erguido ter sido preciso retirar dois dutos da Transpetro.

Igual ao que acontecia no gramado, a estrutura da arena, como os banheiros e as paredes de mármore preto, viraram alvo de várias fotos.

Fonte:jcnet

Comentar

Print Friendly, PDF & Email

About the author

Gomes Oliveira

Add Comment

Click here to post a comment

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

COMPARTILHE

BAIXE NOSSO APLICATIVO

RESENHA POLITICA

TEIA DIGITAL

DIRETO DE ROLIM

TEMPO REAL

PUBLICIDADE

Instagram

Instagram has returned empty data. Please authorize your Instagram account in the plugin settings .
WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
pt_BRPortuguese