Esporte

Argentinos ironizam queda de brasileiros: “não há vizinhos”

jornal argentino Olé não deixou passar batido o fato de que não há nenhum brasileiro nas semifinais da Copa Libertadores, fato que não acontecia desde 1991. Após o empate entre Cruzeiro e San Lorenzo, que eliminou o clube mineiro nas quartas de final, o diário ironizou ao lembrar que “não restaram ‘vecininhos’ na Copa” – uma mistura da palavra “vecino” (vizinho, em espanhol) com o sufixo “inho”, usado na língua portuguesa.

O maior responsável por não haver times do Brasil nas fases decisivas é justamente o San Lorenzo. O clube, que luta por sua primeira Libertadores, eliminou o Botafogo na fase de grupos, o Grêmio nas oitavas de final e agora o Cruzeiro nas quartas. Para o Olé, o time argentino foi “genial, com caráter e personalidade” na partida no Mineirão.

publicidade

O jornal também exaltou os cerca de 2 mil torcedores do San Lorenzo que viajaram a Belo Horizonte para apoiar o time, dizendo que “pareciam muitos mais” e que “fizeram muito barulho, mesmo metidos no meio de tantos brasileiros”.

O adversário do San Lorenzo nas semifinais sairá do confronto entre Lanús e Bolívar. No jogo de ida, na Argentina, houve empate por 1 a 1. Nesta quarta-feira, as equipes se reencontram na altitude de La Paz.

 

Comentar

Print Friendly, PDF & Email

About the author

Gomes Oliveira

Add Comment

Click here to post a comment

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

COMPARTILHE

BAIXE NOSSO APLICATIVO

RESENHA POLITICA

TEIA DIGITAL

DIRETO DE ROLIM

TEMPO REAL

PUBLICIDADE

Instagram

Instagram has returned empty data. Please authorize your Instagram account in the plugin settings .
WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
pt_BRPortuguese