Esporte

Árbitro vítima de racismo no Rio Grande do Sul aposenta o apito e vira comentarista

Por Cauan Biscaia

O árbitro Márcio Chagas da Silva, protagonista de um grande escândalo de racismo no futebol, ocorrido no dia 6 de março quando apitou a partida entre Esportivo e Veranópolis, em Bento Gonçalves, pelo Campeonato Gaúcho, decidiu abandonar a carreira nos gramados e agora se dedicará à televisão. Aos 37 anos de idade, o portoalegrense foi apresentado nesta quinta-feira como comentarista de arbitragem no canal ‘RBS TV’.

“A decisão veio depois de uma reflexão nas duas últimas semanas. O fato ocorrido (ato de racismo) fez eu repensar, mas não modificou a minha postura. Todos os obstáculos fazem a gente crescer”, declarou o, agora, ex-árbitro.

O julgamento do caso de racismo envolvendo Márcio Chagas da Silva, quando foi chamado de ‘macaco’ pelos torcedores locais e fotografou bananas atiradas no seu carro, puniu severamente a equipe do Esportivo, que perdeu nove pontos e acabou rebaixado no Gauchão 2014, além de ter que pagar uma multa de 30 mil reais e jogar seis partidas sem mando de campo. A decisão do Tribunal de Justiça Desportiva/RS gerou fortes críticas do advogado da equipe de Bento Gonçalves, que chamou o árbitro de mentiroso, dias antes da última partida que Chagas apitou, na final do campeonato estadual que deu o título do Internacional sobre o Grêmio.

Márcio Chagas fazia parte do quadro de Aspirantes da FIFA desde 2010, e foi eleito por cinco vezes o melhor árbitro do Campeonato Gaúcho, a última, em 2013.

Fonte:futnet

Comentar

Print Friendly, PDF & Email

About the author

Gomes Oliveira

Add Comment

Click here to post a comment

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

COMPARTILHE

BAIXE NOSSO APLICATIVO

RESENHA POLITICA

TEIA DIGITAL

DIRETO DE ROLIM

TEMPO REAL

PUBLICIDADE

Instagram

Instagram has returned empty data. Please authorize your Instagram account in the plugin settings .
WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
pt_BRPortuguese