Politica

Treze vereadores de Porto Velho são candidatos nas eleições de outubro

Anúncios

Nove estão no seu primeiro mandato e não conseguiram cumprir nada do que prometeram na campanha de 2016

A Câmara de vereadores de Porto Velho não deve ser um lugar muito auspicioso. Pelo menos não para os olhos da maioria dos vereadores eleitos em 2016, que menos de dois anos depois de assumirem, já querem deixar o legislativo municipal em troca de um cargo mais alto.

Treze dos atuais 21 vereadores da capital, vão disputar e já estão em campanha para as eleições de outubro. Com exceção do presidente da Câmara, Maurício Carvalho (PSDB), que é candidato a vice-governador e do Pastor Edésio Fernandes, que concorre ao Senado, os demais buscam uma cadeira na Assembleia Legislativa. Jair Montes (PTC), Júnior Cavalcante (PHS), Joelna Rolder (MDB), Zequinha Araújo (MDB), Alan Queiroz (PSDB), Marcelo Cruz (PTB), Jacaré (PSDB), Professor Alex Palitot (PTB) e Da Silva do Sinttrar (PSB). Cristiane Lopes (PP) e Ada Dantas Boabaid (PMN) buscam cadeira na Câmara dos Deputados.

A remuneração de um vereador na Câmara Municipal de Porto Velho, com os auxílios e demais benefícios chega hoje a aproximadamente R$ 25 mil, isso sem contar com as verbas de gabinete e cargos de confiança a que cada parlamentar mirim tem direito. Esse valor e todos os demais benefícios e regalias como carro oficial à disposição, diárias para viagens, assessores, e farta estrutura de gabinete não tem sido suficientes para manter os vereadores na função para que foram eleitos.

Dos 13 que querem alçar voos mais altos, nove estão apenas no seu primeiro mandato e nem esquentaram a cadeira na Câmara e estão ajoelhados aos designios do prefeito da capital. Nada do que propuseram na campanha de 2016 conseguiram cumprir e já estão requentando promessas para cumprirem a partir de 2019.

FONTE: RONDONOTICIAS

Comentar

Print Friendly, PDF & Email
WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com