Politica

Senador Marcos Rogério diz que presidente foi indiciado na CPI por “criar pandemia”

Outras 65 pessoas e duas empresas também foram indiciadas no relatório da CPI

O indiciamento do presidente Jair Bolsonaro por crimes contra a humanidade, charlatanismo e infração de medida sanitária preventiva pelo relator da CPI da COVID-19, Renan Calheiros (MDB) foi recebido com indignação pelo senador Marcos Rogério (DEM).

De acordo com Rogério, o presidente foi acusado de “criar a pandemia”, além de não poder ser indiciado ou sequer investigado pela Comissão Parlamentar de Inquérito – CPI por conta de vedação Legal.

“Ele o acusa de ser o autor, criador da pandemia, ele o enquadra no 267 do Código Penal: criar epidemia. O que o relator está dizendo aqui que foi o presidente Bolsonaro que criou o COvid-19. Foi lá na China, desenvolveu e propagou, porque esse é o tipo penal, colocou isso no relatório dele. É uma peça de ficção”, disse o senador Marcos Rogério.

Outras 65 pessoas e duas empresas também foram indiciadas no relatório da CPI.

FONTE: JH NOTICIAS

Comentar

Print Friendly, PDF & Email
WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com