Policial

15 pessoas foram presas por embriaguez ao volante em Porto Velho

Anúncios

Todos os presos foram levados para a Central de Flagrantes.

A Blitz da Lei Seca prendeu 15 pessoas na madrugada de sábado, 31, quinze pessoas que dirigiam sob efeito de álcool na capital. As operações estavam suspensas em razão de ajustes no sistema de pagamento dos servidores envolvidos, mas foram retomadas no feriadão.

Em um dos casos registrados pelos agentes de trânsito, um motorista de 26 anos bateu seu carro em outro veículo que estava parado e estacionado na Avenida Campos Sales. A Polícia Militar foi chamada e por lá constatou que o causador do acidente estava com a documentação em dia, mas ao fazer o teste do bafômetro, o resultado foi de 1,23 miligramas de álcool por litro de ar expelido dos pulmões, constatando a embriaguez.

Ainda na mesma blitz, dois motociclistas de 24 e 25 anos que transitavam na Avenida Rio de Janeiro, foram abordados e os agentes perceberam sinais de embriaguez. Feito o teste do etilômetro o resultado foi de 0,40 mg/L para o motociclista de 24 anos e de 0,85 mg/L para o outro. Os dois foram em cana.

As demais pessoas que caíram na blitz, todas foram levadas para a Central de Flagrantes e deverão responder processo. No total, 144 veículos foram abordados.

Lei Seca

É considerado crime quando o motorista é flagrado conduzindo veículos com índice de álcool no sangue superior a 0,34 miligramas de álcool por litro de ar expelido ou 6 decigramas por litro de sangue.

A pena de detenção pode variar de seis meses a três anos, multa e suspensão temporária da carteira de motorista ou proibição permanente de obter a habilitação. O Código de Trânsito Brasileiro estabelece multa de R$ 2.934,70, além de sete pontos na carteira. Os condutores também têm a Carteira Nacional de Habilitação (CNH) apreendida. Se o motorista tiver cometido a mesma infração nos 12 meses anteriores, o valor da multa é dobrado.

FONTE: RONDONOTICIAS

Comentar

Print Friendly, PDF & Email
WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com