Geral

Jungmann diz que PF pode investigar notícia falsa sobre cancelamento do Enem

O Ministro da Segurança Pública, Raul Jungmann e a PGR, Raquel Dodge, participam da cerimônia de inauguração do Presídio Federal de Brasília. Brasilia, 16-10-18. Foto: Sérgio Lima/Poder 360

Para o ministro, ‘basta uma denúncia’

O ministro da Segurança Pública, Raul Jungmann, disse neste domingo (4.nov.2018) que a PF (Polícia Federal) poderá investigar a disseminação de notícia falta afirmando que o Enem 2018 havia sido cancelado. Pela manhã, o Inep desmentiu a informação e confirmou a realização da 1ª fase da prova

De acordo com o ministro, para que a PF entre no caso, basta que haja a apresentação de uma denúncia.

“Se houver a reclamação, sim [a PF investigará]. Não podemos fazer a reclamação de ofício. É preciso que aquele que se sentir atingido, faça a solicitação à polícia ou à Justiça e aí as providências serão tomadas”, disse.

De acordo com o ministro, não há anonimato nas redes sociais. “Não cometam irresponsabilidades em rede social. Porque se cometer e isso for 1 crime, não tenha dúvida que vamos achar quem cometeu isso. Não há impunidade”, afirmou.

Segundo nota divulgada pelo Inep, circula nas redes sociais uma imagem falsa, simulando uma notícia do G1, informando que as provas do Enem 2018 foram canceladas após suspeitas de fraudes nas regiões Norte e Nordeste.

BALANÇO PRELIMINAR

Após reunir-se com o presidente Michel Temer, com o ministro da Educação, Rossieli Soares, e com a presidente do Inep, Maria Inês Fini, em Brasília, Raul Jungmann disse que não foram registrados problemas na realização do exame até a divulgação do balanço, por volta das 14h30.

“Alguns lugares com falta de energia e problemas de água, em decorrência da chuva. Em todo o país, o Enem transcorre com a mais absoluta tranquilidade e segurança e espero que assim seja”, disse.

Segundo o Ministério da Educação, 5,5 milhões de pessoas inscreveram-se para fazer a prova. O exame será realizado em 1.725 cidades, 70 delas consideradas de difícil acesso. Serão 10.718 locais de aplicação e mais de 600 mil pessoas envolvidas na realização.

Temer falou rapidamente após a reunião e parabenizou os organizadores pelo tema da redação: “Manipulação do comportamento do usuário pelo controle de dados na internet”.

“Até o momento em que se deu o início dos trabalhos absolutamente nenhuma falha. Cumprimentei os organizadores pelo título da prova [redação]. Trata das notícias falsas, é um tema atualíssimo”, disse Temer.

FONTE: Agência Brasil

Comentar

Print Friendly, PDF & Email

COMPARTILHE

BAIXE NOSSO APLICATIVO

RESENHA POLITICA

TEIA DIGITAL

DIRETO DE ROLIM

TEMPO REAL

PUBLICIDADE

Instagram

Instagram has returned empty data. Please authorize your Instagram account in the plugin settings .

PARCEIROS

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
pt_BRPortuguese