Geral

DENÚNCIA: Servidores da AMI em Porto Velho alertam que pacientes estão dando entrada na unidade sem exame prévio para covid-19

“Um bloco inteiro no hospital positivou para Coronavirus”

Profissionais de saúde da Unidade de Assistência Médica Intensiva (AMI), localizada na Zona Sul de Porto Velho, relatam que ocorreu um surto da covid-19 em uma parte da unidade. Segundo informações, Um bloco inteiro positivou com a doença e tiveram que fazer transferência de pacientes para o hospital de campanha (antigo Regina Pacis).

De acordo com informações, os pacientes estão sendo admitidos sem fazer exame prévio específico para a detecção do novo coronavírus. “Lá tem pacientes debilitados e, que não estão com covid, que talvez não aguente caso seja contaminado. Tem uma infectologista que deu a ordem de fazer o exame somente quando o paciente estiver na unidade. “Isso tá errado porque o correto é realizar o exame PCR antes do paciente entrar para não correr o risco de contaminar os demais”.

A AMI é dividida por blocos e de acordo com relatos, “pacientes e servidores estão com medo de contaminação generalizada e, caso ocorra, vai ter muito atestado e já estamos em número reduzidos de servidores e quem se ferra é a população e nós que estamos na linha de frente”, conta.

Outro servidor esclarece que: “imaginem, o pacientes internado com teste positivo desde o mês passado.

Amigos, muitos profissionais passaram por eles, os técnicos de enfermagem, por exemplo, cada um fica no máximo com 2 pacientes (teoricamente), esses profissionais revezam o horário da alimentação e do descanso. Vamos supor que o técnico ficou no bloco 01 e a noite vai fazer plantão especial no bloco 05, só esse profissional pode levar o vírus para um número grande de pacientes. Outra situação é no refeitório e no repouso”, finaliza a profissional.

FONTE: O MADEIRA

Comentar

Print Friendly, PDF & Email
WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com