Geral

Deputado Estadual Geraldo da Rondônia invade CPA, ameaça major da PM e secretário da Seagri e comete abuso de autoridade usando a prerrogativa de parlamentar

Geraldo está com o mandato cassado, condenado a prisão e possui dezenas de boletins de ocorrência por cometer crimes, mas continua sendo pago com dinheiro público

Uma ocorrência pelo crime de abuso de autoridade foi registrada contra o deputado estadual Geraldo da Rondônia, após ele invadir o gabinete do secretário estadual de Agricultura – Seagri, Jade Delarazi, no Centro Administrativo Politico – CPA e ameaçar oficiais da Polícia Militar usando a prerrogativa de deputado.

De acordo com o boletim de ocorrência nº 81972/2022, Geraldo da Rondônia e mais quatro pessoas, incluindo seu filho, foram até o CPA para falar com o secretário da Seagri, na intenção de exigir a participação na entrega de equipamentos para prefeituras de Rondônia. Ocorre que estes equipamentos já foram entregues, o que fez Geraldo da Rondônia enviar vários áudios ameaçadores para o secretário Jade Delarazi.

Com medo, o secretario tentou se retirar do CPA, mas foi impedido pela presença do deputado. O major da Polícia Militar que é chefe de segurança do Palácio do Governo, ao se aproximar de Geraldo foi desrespeitado e questionado o porquê estaria alí, já que Geraldo era deputado e tinha imunidade parlamentar.

VEJA O QUE DIZ UMA PARTE DA OCORRENCIA.

“Que deputado de maneira grosseira e ríspida o deputado Geraldo da Rondônia ameaçou o oficial/comunicante dizendo que iria levar o seu nome para o secretário da Casa Civil, comandante geral da PM e demais autoridades do Estado, informando ainda que a pessoa que o acompanhava, era seu filho, também questionando o comunicante/oficial PM, sendo necessário que o oficial lhe reportasse sobre a maneira que o mesmo lhe indagava. Logo em seguida o deputado se direcionou ao elevador e desceu em direção a saída do prédio. Após a saída conturbada do deputado, o secretário de agricultura do Estado apareceu no local e devido a situação criada pelo parlamentar, o comunicante que é major PM e a guarnição acompanhou o mesmo até o estacionamento da Sesau. Informa que todos os policiais militares que estavam fardados, possuíam “bodyCam” e as imagens com áudios estão salvos na Casa Militar setor de monitoramento”.

Geraldo está com o mandato cassado, condenado a prisão e possui dezenas de boletins de ocorrência por cometer crimes, mas continua sendo pago com dinheiro público, trazendo transtornos e envergonhando a população de Rondônia. Até quando?

FONTE: JH NOTÍCIAS

Comentar

Print Friendly, PDF & Email

COMPARTILHE

BAIXE NOSSO APLICATIVO

RESENHA POLITICA

TEIA DIGITAL

DIRETO DE ROLIM

TEMPO REAL

PUBLICIDADE

Instagram

Instagram has returned empty data. Please authorize your Instagram account in the plugin settings .

PARCEIROS

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
pt_BRPortuguese