Teia Digital

Site de Rondônia tem tudo visa facilitar a vida do turista e parque natural da capital é reaberto – Por Silvio Persivo

É preciso ter consciência para se desejar a luz. “A noite acendeu as estrelas porque tinha medo da própria escuridão” (Mário Quintana). 

SITE RONDÔNIA TEM TUDO VISA FACILITAR A VIDA DO TURISTA

A Superintendência Estadual de Turismo (Setur), desejando valorizar o turismo, criou o Programa “Viva Rondônia”, com destaque para o projeto “Rondônia Tem Tudo”, um site desenvolvido pela Setur, onde o turista encontra as diversas opções de trajetos do Estado, além da coletânea de livros que mostra o que o Rondônia tem de melhor.  Segundo a assessora técnica da Setur, a turismóloga Roneida Paiva, “a ação faz parte dos chamados “dez eixos temáticos do desenvolvimento do turismo do Estado”, destacados por itens: governança, capacitação, empreendedorismo, infraestrutura, criação de fluxo educativo, eventos, promoção, fortalecimento dos produtos, cadastros e estatística, alcançados em todas as regiões do Estado, dividido em sete pólos”.

REABERTO O PARQUE NATURAL DE PORTO VELHO 

A Prefeitura Municipal de Porto Velho anunciou que o Parque Natural Municipal foi reaberto, a partir do útimo sábado (12), para visitação. O espaço, que havia ficado fechado por conta das medidas preventivas relacionadas à pandemia de Covid-19, portanto, volta a estar aberto ao público. O retorno do público, no entanto, ainda é feito com restrições. Atividades como passeio pela trilha e a pista de escalada ainda não são permitidas. Porém, no horário de 8h até às 17 horas, estará disponível na área para piquenique, o museu, o viveiro de plantas e o lago com as tartarugas e jacarés, que podem ser visitados de terça-feira a domingo..

BANCO MUNDIAL VAI APRESENTAR DOING BUSINESS SUBNACIONAL BRASIL 

Na próxima terça-feira (15), o Banco Mundial irá apresentar os resultados do Doing Business Subnacional Brasil, às 14:30h, on-line, via Youtube, projeto com apoio da CNC-Confederação Nacional do Comércio, que analisou cinco indicadores para a melhoria do ambiente de negócios nas capitais do País. O projeto, que foi coordenado pela Secretaria-Geral da Presidência da República, tem como objetivo usar o diagnóstico obtido para adotar medidas para desburocratizar marcos regulatórios e atrair investimentos, visando o desenvolvimento econômico de estados e municípios. A CNC, como parceira da iniciativa, patrocinou o estudo que identificou, também, boas práticas para propiciar troca de experiências entre os entes federados. 

ESTUDO DA KANTAR AVALIA EFEITOS DA PANDEMIA NAS EXPECTATIVAS DAS PESSOAS 

Um estudo ‘Barômetro COVID-19’, da Kantar, tem explorado o sentimento e as expectativas das pessoas em todo o mundo desde o início da pandemia e revela que, embora a situação tenha melhorado em muitos países, a ansiedade e a cautela ainda são muito altas e 70% das pessoas dizem que o coronavírus os preocupa “enormemente” (contra 79% em abril de 2020). Porém, onde Mas, a taxa de vacinação é superior a 30% e o número de novos casos é classificado como baixo, estável ou em declínio, o nível de preocupação caiu de 76% para 57%. Nos países ainda batalhando, aqueles em que a taxa de casos não está diminuindo, o nível de ansiedade aumentou de 75% para 80%. A questão é que, muito embora as pessoas permanecem pacientes com as regras que a pandemia exige, em países, como o Brasil, onde ainda não se alcançou uma queda significativa 55% concordam em continuar aderindo às regras, porém 35% não pensam assim. E há sólidas razões para isto, pois, o custo da pandemia no bem-estar mental continua a crescer. Quase metade dos entrevistados no mundo (42%) sentiu que a pandemia afetou sua saúde mental e em países classificados como ainda em batalha (49%). São os jovens os mais afetados, em especial o grupo de 18 a 24 anos relatando o pior impacto, seguido pela faixa etária de 25 a 34 anos. Aqueles com 65 anos ou mais continuam a sofrer o menor nível de impacto, embora o índice tenha aumentado de 21% em agosto de 2020 para 29% em abril de 2021. Em termos de renda mais da metade da população (54%) disse teve sua renda afetada. Outros 18% também esperam que sua renda familiar caia. Mais uma vez, sofrem mais os jovens (18 a 34 anos) com 62% deles tendo redução de rendimentos. Um em cada três (33%) entrevistados crê numa recuperação rápida da economia com maior controle da pandemia; índice era de 30% em abril de 2020. Mas, o consumo se ressente, pois, na hora de consumir, 70% da população continua a avaliar muito os preços em lojas, supermercados e shoppings em comparação com 64% que diziam fazer o mesmo no ano passado. Além disto, 58% afirmaram que ficam atentos às liquidações, número 10% maior que há 12 meses.

GOVERNO PRETENDE INVESTIR EM LOGÍSTICA EM 2022

O ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas, anunciou que, nos próximos meses, serão contratados mais de R$ 1 trilhão em obras de infraestrutura, no segundo dia do Fórum de Investimentos Brasil 2021 (BIF). Ele previu que 2022 será muito forte transferências de ativos para a iniciativa privada. Os projetos a serem leiloados passam por concessões, como portos, aeroportos e rodovias. Além disto, citou a privatização do metrô de Belo Horizonte, da Eletrobras, ativos na área de saneamento, leilões de linhas de transmissão, entre outros. Segundo ele, R$ 260 bilhões deste valor serão da área de transportes e devem ser implementados até o final de 2022. Ressaltando que boa parte dos recursos serão investidos em questões ambientais, como a despoluição de rios disse que “O que está por vir é grande, é da magnitude do Brasil.” E completou: “Isto promoverá maior transformação da logística da nossa história”.  

AUTOR: SILVIO PERSIVO –  COLUNA TEIA DIGITAL

  • A opinião dos colunistas colaboradores são de sua inteira responsabilidade e não reflete necessariamente a posição da Folha Rondoniense

Comentar

Print Friendly, PDF & Email

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

BAIXE NOSSO APLICATIVO

RESENHA POLÍTICA

TEIA DIGITAL

TEMPO REAL

DIRETO DE ROLIM

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

PARCEIROS

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com