Mundo

Mortes em onda de violência da África do Sul chegam a 212

Do total, 180 pessoas morreram na província de Kwazulu-Natal e 32 na região de Johannesburgo, capital financeira do país

A violência que assola a África do Sul há cerca de uma semana já deixou pelo menos 212 mortos, anunciou o governo nesta sexta-feira (16), em uma revisão que quase dobrou o balanço anterior de 117 vítimas fatais, divulgado na véspera.

A ministra de assuntos previdenciários, Khumbudzo Ntshavheni, afirmou que a maioria dos novos falecidos vêm da província de Kwazulu-Natal, no leste do país, epicentro da onda de violência.

Somente nessa região, foram contabilizados 89 novas mortes, elevando o total local a 180, enquanto que em Johannesburgo e arredores foram somados 8 mortos, para um total de 32, explicou.

A ministra afirmou que em Kwazulu-Natal foram registrados 1.488 novos “incidentes” na noite de quinta, sem detalhar suas características, mas assegurou que a situação “está voltando de forma firme e gradual à normalidade”.

Ela também acrescentou que na província de Gauteng, onde fica Johannesburgo, capital econômica do país, não foram registrados novos incidentes.

O presidente Cyril Ramaphosa disse antes que os distúrbios teria sido “planejados” e que o governo vai perseguir os responsáveis. Ele deve fazer um pronunciamento na noite desta sexta.

FONTE: AFP

Comentar

Print Friendly, PDF & Email

About the author

Marcio Martins martins

Add Comment

Click here to post a comment

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com