Interior

UNIÃO BANDEIRANTES: Governo trabalha na recuperação de 60 km e realiza projeto para estadualização da linha 101

Anúncios

Serviços do DER já atenderam 50% do trecho que garante acesso ao distrito

O Governo de Rondônia, por meio do Departamento Estadual de Estradas de Rodagem e Transportes (DER), trabalha para garantir trafegabilidade em mais de seis mil quilômetros de rodovias sob sua responsabilidade, como também, em linhas municipais de grande importância econômica para o setor produtivo do Estado, dentre elas, a Linha 101, que garante acesso a União Bandeirantes, distrito localizado a 160 quilômetros de Porto Velho, que está recebendo serviços de recuperação e manutenção em 60 quilômetros no trecho que dá acesso à BR 364.

Executados por servidores da 13ª Residência Regional do DER em Porto Velho, sob comando da Coordenadoria de Operações e Fiscalização (COF), os serviços de patrolamento, encascalhamento e limpeza lateral já atenderam 50% do trecho que garante acesso a União Bandeirantes, sendo este o mais populoso de Rondônia com, aproximadamente, 20 mil habitantes.

Por meio do Programa “Gestão na Estrada”, o diretor-geral do DER, Elias Rezende, realizou uma visita ao local para constatar a execução dos trabalhos. “O governador Marcos Rocha esteve no distrito e nos passou a missão de garantir segurança na trafegabilidade, como também, planejar a estadualização e pavimentação da linha 101. Passando o período chuvoso, nossas frentes de serviços compostas por 21 equipamentos retomaram os trabalhos e a execução segue com celeridade. Assim, já temos mais de 30 quilômetros recuperados e em perfeitas condições de trafegabilidade”.

Além dos serviços de manutenção, uma equipe Coordenadoria de Planejamento, Projetos e Orçamento de Obras (CPPOO), estará nos próximos 15 dias executando o levantamento para estadualização da linha 101. “União Bandeirantes faz parte dos distritos que mais desenvolveram produtivamente nos últimos anos e, mesmo sendo uma estrada de responsabilidade municipal, o DER tem trabalhado para garantir o escoamento da produção rural e agrícola, que movimenta a economia local e garante o sustento dos moradores daqui”, destaca Rezende.

FONTE: SECOM/RO

Comentar

Print Friendly, PDF & Email
WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com