Interior

JI-PARANÁ: Nível da água do Rio Machado na região central baixa e impossibilita navegação

O nível do Rio Machado já baixou dos sete metros nos primeiros 13 dias de junho

O nível do Rio Machado na região de Ji-Paraná já baixou dos sete metros nos primeiros 13 dias de junho. Na última segunda-feira, a marcação apontava 6.86cm dos 7.06cm do último dia primeiro, sexta-feira. A diminuição do volume de água, já entra na fase de alerta para os usuários, principalmente às pequenas embarcações. O nível mínimo aceitável, segundo as autoridades, é de 6.28. O responsável pelo o acompanhamento diário do movimento do rio, Lucenir Saldanha, disse que o perigo maior está no surgimento de pedras no percurso do Machado.

Em contato com a reportagem, o presidente da Colônia de Pescadores Z-9 de Ji-Paraná, Manoel Batista Dantas, disse estar preocupado com a repentina baixa do nível do rio Machado. Segundo ele, se continuar sem chuvas por mais dois meses, o nível do Machado poderá ser maior que do ano passado.

Ainda de acordo com Manuel Batista em decorrência da falta de chuvas e a diminuição do volume de d’água, os peixes acabam se refugiando nos inúmeros poços ao longo do percurso do Rio Machado, chamados pelos pescadores de ‘poços concentradores’, dificultando a cada dia a prática pesca, e com isso, também fazendo o valor do produto subir nos comércios.

Para ele, o pior período da seca são os meses de agosto, setembro e outubro. “Tivemos um inverno amazônico com pouca chuva, e certamente, temos o risco de registrar o maior período de seca dos últimos anos. A seca impacta diretamente na pesca”, declarou. A reportagem tentou manter contato com a coordenadora da Defesa Civil Municipal, para comentar o assunto, mas não obteve êxito.

FONTE: DIÁRIO DA AMAZÔNIA

Comentar

Print Friendly, PDF & Email

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

BAIXE NOSSO APLICATIVO

RESENHA POLÍTICA

TEIA DIGITAL

TEMPO REAL

DIRETO DE ROLIM

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

PARCEIROS

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com