Interior

GUAJARÁ-MIRIM: DNIT inicia Ponte do rio Araras e alteamento da BR-364; previsão de termino do serviço é para o fim deste ano

As obras são importantes para as ligações com o Vale do Mamoré, Abunã e Acre 

Duas obras importantes para o transporte rodoviário foram iniciadas em Rondônia, pelo Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit). A BR-364 está recebendo onze quilômetros de alteamentos nas áreas de influências do lago da Usina Hidrelétrica de Jirau. A previsão de termino desse serviço é o fim deste ano.

Nessa região, a cada cheia do rio Madeira, acontece a expansão do lago da usina e causa alagamento de pistas e danificação da estrutura. O trecho é caminho para o Vale do Mamoré, para a Ponta do Abunã e para o Acre. Esse trecho crítico era motivo de reclamações constantes devido a precariedade das pistas, causando danos nos veículos e riscos de acidentes.

Outra obra de antiga reivindicação é a ponte do rio Araras, na rodovia BR-425, que liga Guajará-Mirim e Nova Mamoré ao eixo da BR-364. Os serviços estão em execução iniciados com fundações profundas, que no caso específico desta ponte é um tubulão. O prazo para conclusão da ponte é de 18 meses.

Neste local, a cada inverno causa transtorno aos condutores de veículos, devida a travessia ocorrer sobre a antiga ponte metálica da Estrada de Ferro Madeira-Mamoré. Além de estreita, cabendo apenas um veículo por vez, a estrutura de base de rodagem é de madeira e constantemente sofre avarias.

Outro problema no local é que no inverno acontece o represamento do rio Araras ao desembocar no rio Madeira, causando alagamento da ponte.

FONTE:  DIÁRIO DA AMZÔNIA

Comentar

Print Friendly, PDF & Email

BAIXE NOSSO APLICATIVO

RESENHA POLÍTICA

TEIA DIGITAL

TEMPO REAL

DIRETO DE ROLIM

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

PARCEIROS

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com