Interior

Frigorífico fecha em Ji-Paraná e mais de 700 postos de trabalho estão perdidos

Num momento em que o Estado expande, como nunca, seu agronegócio e sua exportação de carne atinge números impressionantes, caiu como uma bomba, nesta segunda-feira, o fechamento do Frigorífico Marfrig, unidade de Ji-Paraná. De uma hora para outra, pelo menos 700 pessoas perderam seus empregos, deixando centenas de famílias desesperadas, afora outras tantas centenas que perderam seus empregos indiretos. As primeiras informações são de que a queda nas vendas da nossa carne para a China, teria determinado o fechamento desta e de outras unidades do Marfrig. Uma das primeiras autoridades a lamentar a paralisação da planta de Ji-Paraná foi o ex-prefeito Jesualdo Pires.

Ele relembra o périplo que cumpriu, quando comandava a cidade, para que o frigorifico em Ji-Paraná voltasse a funcionar, depois de anos do fechamento da empresa anterior. O Marfrig reuniu os trabalhadores, nesta segunda, para definir os pagamentos e indenizações. Não se sabe se o fechamento será definitivo ou se, caso as vendas aos chineses forem retomadas com maior força, a filial poderá ser reaberta. Uma triste notícia para nosso Estado e, principalmente, para a região central.

AUTOR: SÉRGIO PIRES

Comentar

Print Friendly, PDF & Email
WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com