Interior

Detran e Polícia Militar promovem “Duas Rodas, Uma Só Vida”, em Ouro Preto do Oeste e Vilhena

O Governo de Rondônia por meio do Departamento Estadual de Trânsito (Detran) está trabalhando a orientação de trânsito nas cidades de Ouro Preto do Oeste e Vilhena com a ação “Duas Rodas, Uma só Vida”, específica para motociclistas.

O evento está sendo realizado de forma simultânea nos dois municípios e tem por objetivo orientar e conscientizar motociclistas que são as principais vitimas no trânsito.

O diretor Técnico de Fiscalização e Ações de Trânsito (Dtfat) e coordenador da Operação Lei Seca em Rondônia, Welton Roney Nunes Ribeiro, explicou que durante a ação os motociclistas são orientados como devem agir nas vias, a chamada direção defensiva. A ação ‘Duas Rodas, Uma Só Vida’ foi criada e é desenvolvida pela Dtfat, pois entendemos a importância de se fazer um trabalho de orientação específico para os condutores de motocicletas”.

O diretor da Dtfat explica que o motociclista fica muito exposto aos riscos na via. Os dados estatísticos do Detran, indicam que, apesar da redução no número de acidentes de trânsito em 2020 se comparado ao ano de 2019, o índice de letalidade envolvendo motociclistas aumentou no mesmo período saindo de 376 mortes para 417 respectivamente.

Motociclistas são orientados pelas equipes do Detran e PM

Welton Roney explica que os motociclistas e os passageiros são as maiores vítimas. Em 2019 foram registrados 13.702 sinistros de trânsito, dos quais 10.932 envolvendo motocicletas. Deste total, 9.183 eram condutores e 1.749 passageiros. Em 2020 foram registrados 11.380 acidentes, envolvendo 8.607 motociclistas, sendo 7.346 condutores e 1.261 passageiros.

Em 2020, dos 11.380 acidentes de trânsito registrados em Rondônia, 8.607 teve o envolvimento de motociclistas. Também em 2020, cerca de 245 motociclistas morreram em sinistros de trânsito, sendo 226 condutores e 29 passageiros. Em 2019 as ocorrências apontam 210 vítimas, sendo 189 condutores e 21 passageiros.

A ação “Duas Rodas, Uma Só Vida” conta com a parceria da Polícia Militar, por meio do Batalhão de Policiamento de Trânsito (BPtran) de Porto Velho. O comandante da equipe de Policiais Militares, tenente PM Antônio Garibalde, disse que os motociclistas e os passageiros são as maiores vítimas no trânsito, “É comprovado que aproximadamente 90% dos acidentes ocorrem por falha humana”, destacou o tenente.

Garibalde explica que mais de 50% da frota de Rondônia é composta por motocicleta e que o trabalho consiste na orientação exclusivamente de motociclistas referentes ao uso de equipamentos de segurança e na verificação e obstrução de direção sem a devida Carteira Nacional de Habilitação (CNH). Em todas as localidades do Estado é muito grande o número de pessoas inabilitadas conduzindo veículos automotores, principalmente motos.

Ao ser abordado, o condutor da motocicleta é convidado a assistir um vídeo com duração de três minutos, onde são exibidas imagens de acidentes de trânsito envolvendo motocicletas. Enquanto os condutores assistem o vídeo, os agentes de trânsito do Detran e os policiais militares vistoriam a motocicleta e, ao pegar o veículo, o condutor é orientado, caso tenha necessidade, quanto a situação do veículo. Se o condutor não for habilitado é autuado e o veículo só é liberado para um condutor devidamente habilitado.

FONTE: SECOM/RO

Comentar

Print Friendly, PDF & Email
WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com