Interior

COSTA MARQUES: Governo de Rondônia firma parceria com Prefeitura para vacinação de moradores da Resex Rio Cautário

A vacinação acontece ao ar livre, na beira do rio Cautário

Governo de Rondônia, por meio da Secretaria de Desenvolvimento Ambiental (Sedam), mantém ação de vacinação em parceria com a Prefeitura de Costa Marques na Reserva Extrativista Rio Cautário, na fronteira do Brasil com a Bolívia. Além de aplicar a vacina Oxford/AstraZeneca contra a covid-19 em idosos acima de 60 anos, a equipe da Secretaria de Saúde de Costa Marques aproveita as ações para atualizar a carteira de vacinação de todos os moradores da unidade de conservação estadual.

A equipe de vacinadoras tem a missão de percorrer as sete comunidades da localidade para vacinar todos os moradores da reserva, além dos idosos acima de 60 anos que estão sendo imunizados contra a covid-19 na ação conjunta que começou na última sexta-feira (16). “Toda a logística de transporte está sendo feita pelo Governo do Estado, por meio da Sedam e do Grupamento de Operações Aéreas (GOA), extremamente necessário em localidades de difícil acesso. Isso mostra a preocupação do governador do Estado, coronel Marcos Rocha em proteger as populações tradicionais contra essa doença terrível que em hipótese alguma pode entrar na reserva”, destacou a gestora da Resex Rio Cautário, Thayla Araújo.

De acordo com ela, o secretario da Sedam, Marcilio Lopes, e o coordenador de Unidades de Conservação, Fabio França, não medem esforços para atender essa determinação. Ao percorrer as comunidades de casa em casa a equipe de vacinação vem atualizando o cartão de crianças, jovens e adultos. Hoje são em media 95 famílias de extrativistas espalhadas em toda a área de mais de 146 mil hectares.

Ainda na comunidade Canindé, onde fica a base da Sedam na Resex Rio Cautário, a equipe encontrou o extrativista Reginaldo Ximenes (áudio disponível no link), cujos netos Emanuel de quatro anos e Rebeca de um ano e sete meses, estavam com algumas vacinas atrasadas há mais de um ano. “A gente depende de deslocamento para a cidade e depois da pandemia a gente preferiu não sair da reserva e correr o risco de pegar o coronavírus, agora com a vacinação vindo aqui é melhor para gente”, destacou o morador extrativista. Além da vacina da gripe influenza Emanuel tomou quatro vacinas: contra a poliomielite, febre amarela, varicela e DPT.

“Vale ressaltar que a vacinação é responsabilidade de cada município, enquanto ao Estado cabe apenas repassar as vacinas enviadas pelo Ministério da Saúde e as prefeituras definem de que forma acontecem as campanhas seguindo cronograma do Governo Federal. Nesta ação, o Governo de Rondônia está apenas dando apoio na vacinação dentro da área da reserva extrativista cuja gestão é do Estado”, ressaltou o coordenador de Unidades de Conservação, Fábio França.

Em cada comunidade, a equipe encontra uma realidade diferente e a vacinação acontece até mesmo ao ar livre, na beira do rio Cautário que da o nome à reserva. A força-tarefa de vacinação na Resex Rio Cautário tem a meta de imunizar todos os moradores que tiverem com cartões desatualizados. Mas a vacina AstraZeneca só deve ser aplicada em 15 moradores, cinco a menos que a revisão inicial. O balanço total só deve ser anunciado após a conclusão da ação de vacinação.

FONTE: SECOM/RO

Comentar

Print Friendly, PDF & Email

BAIXE NOSSO APLICATIVO

RESENHA POLÍTICA

TEIA DIGITAL

TEMPO REAL

DIRETO DE ROLIM

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

PARCEIROS

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com