Interessante

Comissão da Câmara rejeita proibir venda de bebida a portador de arma

O projeto será arquivado, a menos que haja recurso em contrário

A Comissão de Segurança Pública da Câmara dos Deputados rejeitou o Projeto de Lei 671/20, do deputado Celso Sabino (PSL-PA), que proíbe a venda de bebidas alcoólicas a portadores de armas de fogo. A proposta determina multa e até a suspensão da licença dos estabelecimentos que venderem bebidas a pessoas armadas. O projeto será arquivado, a menos que haja recurso em contrário.

O relator, deputado Neucimar Fraga (PSD-ES), recomendou a rejeição. Apesar de reconhecer o risco de portar arma de fogo e ingerir bebida alcoólica, o relator discorda da punição aos bares. “A fiscalização deve ser do poder estatal e não dos estabelecimentos comerciais, que serão prejudicados em todos os sentidos”, alerta. Neucimar Fraga ainda duvida da eficácia da lei, caso seja aprovada.

“Se uma pessoa armada possui a vontade de ingerir bebida alcoólica, ele não iria demonstrar seu porte de arma para o garçom. Poderia até mesmo solicitar a um terceiro que realize a compra”, exemplifica. “Não cabe ao vendedor fiscalizar tais circunstâncias. De modo inevitável acabaria o comerciante vendendo a bebida e incidindo em erro”.

FONTE: AGÊNCIA CÂMARA

Comentar

Print Friendly, PDF & Email

About the author

Gomes

Add Comment

Click here to post a comment

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com