Geral

TSE diz que não houve alternância suspeita entre candidatos na apuração em 2014

O presidente Jair Bolsonaro voltou a dizer que o fluxo de recebimento de votos em 2014 mostra indícios de fraude

O Tribunal Superior Eleitoral rebateu as recentes declarações do presidente Jair Bolsonaro. Em nota à CNN, a área técnica do TSE informou que “Bolsonaro parece sustentar que o fluxo de recebimento de votos indica fraude, em 2014, mas ignora que os resultados já são conhecidos às 17h nas seções eleitorais”.

A resposta foi dada depois que o presidente Jair Bolsonaro voltou a afirmar, hoje, em entrevista à Rádio Jovem Pan de Itapetininga, que o voto eletrônico não é confiável.

“Por ocasião das eleições de 2014, o TSE permitiu que você pudesse ter acesso minuto a minuto dos votos que chegavam. Por 231 (minutos) ganhava Aécio, Dilma, Aécio, Dilma…. esse é o indício mais forte do processo não ser seguro.”

Além disso, ele garantiu que o deputado Aécio Neves (PSDB-MG) deveria ter vencido as eleições presidenciais de 2014, quando Dilma Rousseff (PT) foi reeleita.

O argumento de Bolsonaro é de que na contagem de votos Aécio saiu na frente, depois foi alcançado e ultrapassado por Dilma e, desde então, a variação entre os dois candidatos ficou sendo alternada minuto a minuto, o que poderia indicar fraude.

O TSE rebate os argumentos de Bolsonaro e diz que “não houve essa sequência de alternância de nomes minuto a minuto durante a apuração”. E diz ainda: “a ordem de soma dos boletins de urna, nessa eleição em particular, foi bastante impactada pelos fusos do país e pelo horário de verão. A eleição começou a ser totalizada pelo Sudeste (colégio de forte presença do PSDB). Quando começou a transmissão do Nordeste (colégio de forte presença da esquerda), o cenário se inverteu”, explica a nota enviada à CNN.

Além disso, segundo a Corte, a ordem de soma de boletins de urna não altera o resultado final porque ao final da eleição a urna imprime o boletim e é isso que vale. Na prática, o boletim de urna é o documento emitido em cada seção eleitoral após a conclusão da votação em uma urna eletrônica.

O Boletim de Urna apresenta os dados registrados na urna eletrônica: total de votos por partido; total de votos por candidato; total de votos nulos e em branco; total de comparecimento em voto; identificação da seção e da zona eleitoral; hora do encerramento da eleição; código interno da urna eletrônica; e sequência de caracteres para a validação do boletim.

FONTE: CNN BRASIL

Comentar

Print Friendly, PDF & Email

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

BAIXE NOSSO APLICATIVO

RESENHA POLÍTICA

TEIA DIGITAL

TEMPO REAL

DIRETO DE ROLIM

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

PARCEIROS

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com