Geral

Comissão cancela votação de proposta do voto impresso

Ainda não há previsão de uma nova data para a análise da polêmica PEC que é defendida pelo presidente Jair Bolsonaro

A comissão especial da Câmara que discute PEC (Prosposta de Emenda à Constituição) do voto impresso cancelou reunião convocada para a tarde desta quarta-feira (15) para votação da matéria.

Ainda não há previsão de uma nova data para a análise da polêmica PEC, defendida pelo presidente Jair Bolsonaro, mas já publicamente rejeitada por dirigentes de 11 partidos políticos.

Além do parecer do deputado Filipe Barros (PSL-PR), favorável ao voto impresso, deputados da oposição apresentaram votos em separado pedindo a manutenção do sistema atual de votação, por meio de urnas eletrônicas.

Voto impresso tem maioria para avançar na Câmara

Bandeira de Bolsonaro, o voto impresso nas eleições deve ser aprovado na comissão que analisa o tema na Câmara com aval não apenas de governistas.

Levantamento do Estadão/Broadcast com os atuais 32 deputados do colegiado mostra que 21 são favoráveis e apenas quatro se opõem. Outros sete afirmaram ainda estar indecisos.

O presidente do TSE (Tribunal Superior Eleitoral, Luís Roberto Barroso, já passou horas debatendo o assunto com os parlamentares, chegou a afirmar que a medida representa um “retrocesso”, mas que, uma vez aprovado, o novo sistema será adotado.

FONTE: REUTERS

Comentar

Print Friendly, PDF & Email
WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com