Esporte

Palmeiras e Santos apostam na base para avançar no Paulista

Equipes se enfrentam, em clássico decisivo, nesta quinta-feira, às 21h, no Allianz Parque, pela penúltima rodada

Depois de vencerem na Copa Libertadores, a competição em que estão focados, Palmeiras e Santos se enfrentam nesta quinta-feira, às 21h, no Allianz Parque, pela penúltima rodada do Campeonato Paulista. Por mais que o duelo seja decisivo pela primeira fase do torneio, as duas equipes devem poupar seus principais jogadores por causa da maratona de jogos. O técnico do Palmeiras, Abel Ferreira, estuda mandar a campo garotos da base.

“Se contra o Santos tivermos que entrar com o sub-17, vamos com o sub-17 ou com o sub-20. Vamos dar o nosso melhor no Paulista, foi isso que prometemos. Temos 24 horas para preparar cada jogo. Sei que muita gente fala da nossa organização, mas não controlamos a pandemia nem temos culpa de a cada três dias fazer dois jogos”, afirmou o técnico.

Enquanto no torneio continental o Palmeiras acumulou a terceira vitória consecutiva, no Paulistão, o time é o terceiro colocado no Grupo C, fora da zona de classificação para as quartas de final, a três de distância do Novorizontino, que está em segundo lugar.

“Temos jogadores lesionados que são fruto do calendário, da pandemia, da organização dos jogos, que não tem nada a ver com a organização do treinador ou da estrutura do Palmeiras, que quer entrar em todas competições para vencer. Se der para ganhar, ganhamos. Se não der para ganhar, seguimos em frente”, acrescentou o técnico do Palmeiras.

Ainda sem um técnico efetivo, o Santos terá mais uma vez no banco de reservas o auxiliar Marcelo Fernandes. O clube negocia com Fernando Diniz para o cargo e também tem na mira Lisca e Guto Ferreira. A goleada por 5 a 0 sobre o The Strongest pela Libertadores deu um respiro para a diretoria negociar com o novo treinador.

Também deu esperanças para o interino ser efetivado no cargo. “Se eles (diretoria) acharem que eu devo continuar, estou pronto”, declarou o auxiliar técnico. “Se acharem que devo continuar na minha função, não tem problema algum. O importante é que estamos colaborando para fazer um clube forte”, comentou Fernandes após a goleada sobre o time boliviano.

Para o clássico, ele ainda não definiu se poupará os seus principais jogadores. Certo é que não terá o volante Alison, que sentiu um desconforto na perna esquerda.

Se optar por escalar força máxima, Fernandes teria somente uma dúvida no ataque, entre Marcos Leonardo e Kaio Jorge. “Para o clássico, vamos ver como estão todos. É um jogo muito importante, difícil, com uma grande equipe. O Santos vai com o que tem de melhor, logicamente pensando na forma física, como os jogadores estão, porque temos outro jogo domingo e não podemos perder ninguém.”

FONTE: ESTADÃO CONTEÚDO

Comentar

Print Friendly, PDF & Email

About the author

Marcio Martins martins

Add Comment

Click here to post a comment

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

BAIXE NOSSO APLICATIVO

RESENHA POLÍTICA

TEIA DIGITAL

TEMPO REAL

DIRETO DE ROLIM

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

PARCEIROS

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com