Esporte

Diego Souza marca, Botafogo vence Avaí e empurra Flu para Z-4

Alvinegro teve pouca criatividade, mas garantiu vitória por 2 a 0, em duelo direto contra o rebaixamento. Equipe carioca chegou a 14ª posição

De baixo de chuva, o Botafogo conseguiu o principal objetivo: sair da zona de rebaixamento. Nesta segunda-feira (11), o Alvinegro não demonstrou bom futebol, mas venceu o Avaí por 2 a 0, no Nilton Santos, pela 32ª rodada do Brasileiro. O primeiro gol foi marcado pelo lateral-direito Ricardo, do Leão, contra. Diego Souza selou o triunfo em cobrança de pênalti. Além disso, a equipe comandada por Alberto Valentim empurrou o Fluminense para a degola da competição.

Com o resultado, após quatro derrotas consecutivas, o Botafogo sobe três posições e vai para 14ª colocação, com 36 pontos. Ainda mais perto da Segunda Divisão, o Avaí amargou a oitava derrota seguida e segue na lanterna, com 17 somados. O Alvinegro entra em campo no domingo, às 18h, contra o Athletico-PR, na Arena da Baixada. O Leão, por sua vez, encara o Cruzeiro somente na segunda-feira, às 20h, no Mineirão.

SORTE AO LADO
Apesar da situação delicada na tabela, a sorte esteve junto do Botafogo. Cícero lançou para área, mas o lateral Ricardo errou o tempo de bola e encobriu o goleiro Vladimir. Gol contra. Se os alvinegros tiveram sorte, o Avaí, por sua vez, contou com a infelicidade aos 12 minutos. Antes do gol, as duas equipes tiveram pouca criatividade para seguir com as jogadas.

FALTOU FUTEBOL
Foi apenas o lance de sorte que o Botafogo deu alegria à sua torcida no primeiro tempo. Os alvinegros deram espaço para o Avaí jogar. No entanto, o Leão não tinha qualidade para concluir as chances em gol. A melhor chance aconteceu com Igor Cássio. O atacante bateu na saída do goleiro, que se esticou todo e fez grande defesa. No fim, Alex Santana arriscou uma finalização. Foi só.

VAIAS A VALENTIM
A postura do Botafogo não se alterou para a segunda etapa, o que deixou a torcida preocupada. Poucas tramas ofensivas, jogadas previsíveis e baixa intensidade para ampliar o marcador. Apesar da disposição, os jogadores não conseguiram demonstrar entrosamento. A bronca da torcida ainda aumentou. Alberto Valentim optou por tirar Rhuan, titular pela primeira vez e o que mais mostrou movimentação. Imediatamente, os torcedores protestaram.

ALÍVIO
Perto do fim, os donos da casa tiraram a técnica e a garra entrou no lugar para a criar situação de gols. Em uma das tramas, Lucas Campos recebeu de Diego Souza na área e caiu após toque de Luanderson. Árbitro marcou pênalti. O camisa 7, que entrou na segunda etapa, bateu com categoria e definiu o resultado importante.

BOTAFOGO 2×0 AVAÍ

Local: Nilton Santos, Rio de Janeiro (RJ)
Data-Hora: 11/11/2019, às 20h
Árbitro: Savio Pereira Sampaio (DF)
Auxiliares: Daniel Henrique Andrade e Jose Reinaldo Nascimento Junior
VAR: Jose Claudio Rocha Filho (SP)
Auxiliares do VAR: Adriano de Assis Miranda (SP) e Ciro Chaban Junqueira (DF)
Público/Renda: 19.075 presentes / R$ 242.246,00
Cartão Amarelo: Gabriel, Yuri, Diego Souza, Lucas Campos (BOT); Luanderson, Caio Paulista (AVA)
Cartão Vermelho: João Paulo (48’/2ºT)

GOLS: Ricardo, 12’/1ºT (1-0) (GC) e Diego Souza, 42’/2ºT (2-0)

BOTAFOGO: Gatito; Rickson, Joel Carli, Gabriel, Yuri; Cícero, João Paulo, Alex Santana (Diego Souza; 24’/2ºT); Leo Valência, Rhuan (Lucas Campos; 11’/2ºT) e Igor Cássio. Técnico: Alberto Valentim.

AVAÍ: Vladimir; Ricardo (Gabriel Lima; intervalo), Betão, Eduardo Kunde, Igor Fernandes; Luanderson, João Paulo, Pedro Castro; Jonathan, Vinícius Araújo e Caio Paulista. Técnico: Evando.

FONTE: LANCE

Comentar

Print Friendly, PDF & Email

About the author

Gomes

Add Comment

Click here to post a comment

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

BAIXE NOSSO APLICATIVO

RESENHA POLÍTICA

TEIA DIGITAL

TEMPO REAL

DIRETO DE ROLIM

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

PARCEIROS

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com