Cultura

Dez documentários do Curta!On para quem gosta de artes visuais

FILMES SOBRE FRIDA KAHLO, JOAN MIRÓ, DAVID HOCKNEY, FRANCISCO BRENNAND E RODIN ESTÃO ENTRE DESTAQUES DA PASTA ‘ARTES VISUAIS’

Quem é apaixonado pelas artes visuais pode conhecer ou se aprofundar na vida, na obra e no processo criativo de artistas mais consagrados no Brasil e no mundo. É que o Curta!On, o clube de documentários do Curta disponível no NOW da Claro/NET e em curtaon.com.br,  possui um rico acervo de filmes sobre grandes nomes da pintura, escultura e instalações. As produções retratam também épocas e estilos diversos, do barroco ao contemporâneo, do século XVII à atualidade.

Confira dez destaques:

Cildo: Cildo Meireles é um dos principais artistas plásticos brasileiros. Conduzido pelas palavras do próprio Cildo, o filme dirigido por Gustavo Moura percorre suas obras, procurando entender o processo criativo e o pensamento do artista. Do ateliê onde trabalha às grandes exposições internacionais de Inhotim, em Minas Gerais, ao Tate Modern, em Londres do Cruzeiro do Sul ao Desvio para o Vermelho, o filme faz uma trajetória reflexiva e profundamente sensorial. Classificação: 10 anos.

O Mundo Segundo Anish Kapoor: Multicultural mágico, perfeccionista estético e engenheiro do impossível, o escultor Anish Kapoor avança em novos desafios artísticos e técnicos, como em sua enorme estrutura inflável, com a qual tomou conta do Grand Palais, em Paris, na exposição Monumenta 2011. Esse documentário, dirigido por Heinz Peter Schwerfel, recria o mundo de acordo com Kapoor, através de uma jornada desde seus estúdios em Londres até instalações permanentes de Chicago e Nápoles, passando por exposições em Bilbao, Bombaim e Deli. Classificação: 10 anos.

Diego Velázquez – Realismo Selvagem: O documentário, dirigido por Karim Ainouz, traz um olhar pouco explorado sobre a obra de Diego Velázquez, artista que buscou incessantemente o realismo humano através do tratamento da luz e do espaço ao redor dos personagens de suas obras. O filme escapa de qualquer recurso didático e tenta recriar a ligação emocional entre o trabalho de Velázquez e o olhar do público. Classificação: Livre.

Magritte, Noite e Dia: As memórias e os lugares que o artista visitou são evocados nesse documentário, dirigido por Henri de Gerlache e produzido pela ARTE France, que traz uma visão geral da vida pessoal e artística de Magritte. Classificação: Livre.

A Casa Azul de Frida Kahlo: A Casa Azul, localizada na Cidade do México, é onde Frida Kahlo nasceu (1907) e morreu (1954). Esse documentário relembra as aventuras ali vividas, não só por Frida e o pintor Diego Rivera, mas também por personalidades como Leon Trotsky, André Breton, Sergei Eisenstein, Pablo Neruda, Waldo Frank, Pablo Picasso, Marcel Duchamp, Vassily Kandinsky, entre outros. A Casa Azul consolidou arte e revolução do Surrealismo Mexicano, no velho e no novo mundo. A direção é de Xavier Villetard. Classificação: Livre.

Joan Miró de Perto: Joan Miró é uma figura icônica no mundo artístico. Quanto mais o tempo passa, mais seu trabalho se torna universal: ultrapassa fronteiras e gêneros, vai além de museus, está nas paredes de prestigiadas instituições e se estende ao design e à arquitetura. Este documentário, dirigido por Albert Solé, traz a excepcional presença de Joan Punyet Miró, seu administrador e neto, e acessa seu estúdio, revelando arquivos nunca vistos para descobrir a faceta menos conhecida do artista: sua privacidade. Classificação: Livre.

Maria – Não Esqueça que Eu Venho dos Trópicos: Os diretores Elisa Gomes e Francisco C. Martins investigam a vida e a arte de Maria Martins (1894-1973), hoje reconhecida como uma das maiores escultoras brasileiras e também celebrada por suas gravuras e textos. O filme revela a grandiosidade da obra de Maria e sua ousadia ao tratar da sexualidade a partir da perspectiva feminina, em uma poética transgressora e pioneira. Em paralelo, resgata sua vida como esposa de um importante diplomata e a ligação com Marcel Duchamp, em uma relação de colaboração mútua entre os dois artistas. Classificação: 10 anos.

David Hockney – Tempo Recuperado: Ele é uma figura importante no movimento pop art; um dos artistas mais populares e influentes de sua geração. O lado altamente pessoal e emocional de seu trabalho é muitas vezes negligenciado, assim como a intensidade e a individualidade que ele demonstrou em cada um de seus períodos e estilos sucessivos. Através de imagens, anedotas e detalhada análise pictórica, este documentário destaca como o renomado pintor desafia classificações e permanece misterioso de muitas maneiras: um artista intenso, profundo e infinitamente apaixonado. Classificação: Livre.

Francisco Brennand: Francisco Brennand é pintor, desenhista, escultor e ceramista. Desde 1971, viveu isolado em seu ateliê-oficina num bairro distante do centro da cidade do Recife. O filme, de Mariana Brennand Fortes, narra a trajetória do artista a partir do diário escrito pelo artista, onde ele reescreve sua vida há mais de 60 anos. Classificação: Livre

Rodin Em Seu Tempo:  Parte importante da efervescência cultural e intelectual da belle époque, Auguste Rodin concebeu obras envolvidas pela ousadia e genialidade de seu tempo. O filme, dirigido por Claire Duguet e Leslie F. Grunberg, traz não apenas a história do escultor, mas o espírito permanente que suas criações deixaram na sociedade. Classificação: Livre

Sobre o Grupo Curta!

O Grupo Curta! tem como missão a difusão de conteúdos audiovisuais relevantes nas áreas de artes e humanidades, sejam brasileiros ou estrangeiros, através da TV linear (canal CURTA!), de plataformas de streaming de operadoras de telecom e da internet. A curadoria de conteúdos é, portanto, o motor central do grupo e foi uma das que mais aprovaram projetos originais para financiamento da produção pelo Fundo Setorial do Audiovisual: já foram mais de 120 longas documentais e 800 episódios de 60 séries que chegam ao público em primeira mão através de suas janelas de exibição:

O canal Curta!, linear, está presente nas residências de mais de 10 milhões de assinantes de TV paga e pode ser visto nos canais 556 da NET / Claro TV, 75 da Oi TV e 664 da Vivo Fibra, além de em operadoras associadas à NeoTV;

Curta!On, o novo clube de documentários do Curta!, no NOW da Claro/NET, conta com mais de 450 filmes e episódios de séries documentais, organizadas  por temas de interesse como Música, Artes, MetaCinema, Meio Ambiente e Sustentabilidade, Mitologia e Religião, Sociedade e Pensamento. Há também pastas especiais com novidades – que estreiam a cada mês –, conteúdos originais exclusivos, biografias, além de uma degustação para quem ainda não é assinante do serviço.

Tamanduá TV, plataforma marketplace aberta para qualquer internauta, já reúne mais de quatro mil conteúdos. O usuário pode alugar filmes e séries específicos ou assinar de forma econômica um dos pacotes que contêm conteúdos segmentados por área de interesse: CineBR, CineDocs, CineEuro, CurtaEducação (para professores e estudantes do Ensino Médio e Enem), MetaCinema (para aficcionados e estudantes de Cinema), entre outros.  Os pacotes CineBR, CineDocs e CineEuro são disponibilizados desde 2018 como serviço de valor agregado (SVA) para perto de oito milhões de assinantes de banda larga fixa (ISP) da operadora Claro, sem custo adicional.

As atividades do Grupo Curta! também promovem a geração de royalties para produtores audiovisuais independentes, com a exploração de seus direitos audiovisuais nas diferentes janelas de streaming. O pacotes Cines da Tamandua TV e do Curta!ON estão repassando anualmente mais de R$ 1,5 milhão de reais em royalties para os produtores dos conteúdos que difunde.

 

FONTE: ASSESSORIA

Comentar

Print Friendly, PDF & Email

About the author

Gomes

Add Comment

Click here to post a comment

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com