Cidades

Walter Waltenberg foi um juiz conciliador e atento aos direitos dos servidores, destaca Singeperon

Como juiz, foi atento às causas voltadas aos policiais penais e agentes de segurança socioeducativos

Manifestamos pesar pela morte do juiz aposentado do TJ/RO, Walter Waltenberg, com sentimento de gratidão, pelo exercício de uma magistratura pautada pela conciliação e justiça. Ele morreu na manhã deste domingo (24) em Brasília, por complicações decorrentes da Covid-19.

Como juiz, foi atento às causas voltadas aos policiais penais e agentes de segurança socioeducativos. Nos recebeu muitas vezes em seu gabinete, sempre solícito às demandas que lhe apresentamos, tocantes aos direitos das categorias.

Defendia veementemente a mediação como instrumento de negociação entre as partes para a pacificação. Nesse sentido, mediou  entre o Singeperon e o Estado em diversas questões judiciais.

Iniciou a exitosa jornada no judiciário estadual em 1985, como juiz da Comarca de Rolim de Moura. Ocupou outros importantes cargos e em 2017 assumiu a presidência do Tribunal de Justiça, até se aposentar, em março do ano passado. Deixa um grande legado e uma história memorável.

Anelamos o conforto Divino aos familiares e amigos nesse momento de dor.

Diretoria do Sindicato dos Policiais Penais Penais e Agentes de Segurança Socioeducativos de Rondônia – Singeperon.

FONTE: ASSESSORIA

Comentar

Print Friendly, PDF & Email
WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com