Cidades

Pacientes com sequelas têm reabilitação gratuita em Porto Velho

Atendimento multidisciplinar recupera pacientes afetados de diversas formas pelo coronavírus

O coronavírus deixa traumas para quem perdeu familiares e para aqueles que escaparam da morte. As sequelas deixadas pela contaminação do Sars-CoV-2 também precisam ser superadas por quem sobreviveu e precisa retornar à vida produtiva.

Em Porto Velho, a Prefeitura tem disponibilizado de forma gratuita, serviços nas áreas de fisioterapia respiratória, terapia ocupacional, fonoaudiologia, assistente social e psicologia para esse público. O atendimento é realizado no Centro Especializado em Reabilitação (CER), desde outubro de 2020.

De acordo com a diretora do CER, Mayara Souza, o período da manhã é exclusivo para o serviço pós-Covid, com atendimento da equipe multidisciplinar para quatro pacientes diários.

“Após a triagem, o paciente é encaminhado à fisioterapia respiratória. Na primeira sessão, já recebe o atendimento dos demais profissionais e, se eles detectarem a necessidade de continuar com outros serviços, fazem o complemento”, explicou.

Segundo Mayara, há uma demanda de atendimentos, pois muitos já chegam afetados por terem perdido algum familiar e necessitam, por exemplo, de psicólogos para acompanhá-los. “A Prefeitura de Porto Velho dá o suporte, pois muitos pacientes não têm condição de pagar um tratamento”, completou a diretora do CER.

PROCEDIMENTO

Para dar início ao tratamento e acompanhamento é necessário passar por um procedimento padrão, que é a consulta médica numa Unidade Básica de Saúde (UBS). Depois, com o encaminhamento, buscar uma Central de Regulação Médica, que funciona na própria UBS. Assim fez o administrador Edmilson Soares, morador do bairro Aponiã, que recebeu atendimento.

“Eles sentem muito cansaço. O tratamento dá ao paciente, condição de seguir a sua vida”, conta a fisioterapeuta, Eliane Rose Takahara.

A profissional informou ainda que a duração do tratamento depende de cada pessoa, podendo superar os seis meses, pois a Covid-19 ataca as fibras musculares e é sistêmica. “Além da parte pulmonar, ficam sequelas psicológicas, perda da destreza e coordenação, por exemplo. O que fazemos não é milagre, é um tratamento que ocorre no dia a dia”, completou Eliane.

Para concluir o tratamento, no menor tempo possível, os pacientes fazem exercícios respiratórios, aeróbicos e usam a bicicleta ergométrica para fortalecer a musculatura.

LOCALIZAÇÃO

O Centro Especializado em Reabilitação (CER) está situado à Rua Jamari, bairro Pedrinhas, ao lado da Policlínica Ana Adelaide.

FONTE: PORTAL DA CIDADE

Comentar

Print Friendly, PDF & Email

BAIXE NOSSO APLICATIVO

RESENHA POLÍTICA

TEIA DIGITAL

TEMPO REAL

DIRETO DE ROLIM

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

PARCEIROS

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com