Brasil Produtivo

Com estrutura exclusiva para cana-de-açúcar, Albaugh leva amplo portfólio a evento de agronegócios da Copercana

Empresa de origem americana conta com cerca de 50 produtos pós-patentes menos de quatro anos após chegar ao Brasil; portfólio abrange herbicidas e inseticidas estratégicos à qualidade da matéria-prima da cana-de-açúcar

A empresa de origem americana Albaugh será destaque da 17ª edição da feira de agronegócios da Copercana – Cooperativa dos Plantadores de Cana do Oeste do Estado de São Paulo. O evento, que terá a edição 2021 no formato online, ocorre até o dia 30 de junho e reúne os principais fornecedores de insumos, máquinas e tecnologias para o setor sucroenergético. Nesse período, a Albaugh apresenta, em seu estande virtual, um portfólio formado por herbicidas e inseticidas específicos para os canaviais.

De acordo com diretor comercial Centro-Sul da Albaugh Brasil, Renato Arantes, a companhia tem solidificado sua presença no campo com uma equipe de profissionais exclusivamente focada no setor sucroenergético. São engenheiros agrônomos e especialistas atuantes na Regional Cana-de-Açúcar, com cobertura na fronteira agrícola da cadeia produtiva de açúcar, etanol e energia.

Conforme Arantes, o setor sucroenergético é considerado estratégico ao crescimento da Albaugh. O executivo assinala que cerca de quatro anos após chegar ao País, a companhia já reúne um portfólio formado por mais de 50 agroquímicos pós-patentes de alta qualidade, sendo mais de uma dezena destes herbicidas e inseticidas relevantes ao manejo dos canaviais.

“Comercializamos atualmente cerca de quinze produtos essenciais à produtividade, insumos que disponibilizamos ao mercado com formulações diferenciadas e de alta qualidade, visando a entregar uma relação custo-benefício altamente favorável ao setor sucroenergético.”

O executivo celebra ainda o bom desempenho de diversas marcas comerciais da companhia no setor sucroenergético, como Broker® (Hexazinona), Compass® (Ametrina), Entoar (Tebutiurom), Exemplo® (2,4-D), Granary® (Imidacloprido), Metiz (Metribuzim), Major® (Fipronil), Preciso® xK (Glifosato Sal de Potássio), Surrena (Sulfentrazona) e Ultimato® (Atrazina).

Segundo Arantes, a Albaugh realiza investimentos representativos no País. A companhia destinou recursos à ampliação de sua unidade industrial de Resende (RJ), que hoje inclui cinco plantas de produção de fungicidas cúpricos, entre outros produtos da categoria, além de herbicidas e duas unidades para inseticidas. No mesmo complexo, passaram a funcionar também laboratórios de última geração, para desenvolvimento de produtos e novas formulações.

Fundada nos Estados Unidos em 1979, a Albaugh é uma empresa de atuação global. A companhia produz e distribui um amplo portfólio de agroquímicos pós-patente indicado às principais culturas agrícolas, como soja, milho, cana-de-açúcar, café e algodão entre outras. Sua marca já é percebida no Brasil como parceira estratégica da rentabilidade do agricultor.

FONTE: ASSESSORIA BUREAU DE IDEIAS

Comentar

Print Friendly, PDF & Email
WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com