Agronegócio

Complexo de doenças fúngicas na soja coloca em risco 80% da produção

Temida, a ferrugem asiática não é a única preocupação dos produtores de soja. As lavouras brasileiras sofrem com complexo de doenças causadas por fungos que vão desde mancha-alvo, o mofo branco, o oídio e a antracnose até as doenças de final de ciclo, que englobam a cercospora, por exemplo. A incidência desses problemas pode ocasionar a perda de até 80% da produção do grão no país.

“Muito se fala do fungo Phakopsora pachyrhizi, causador da ferrugem asiática. Sem tratamento adequado, esse problema pode causar sozinho a perda de oito a cada 10 sacas de soja. A mancha-alvo (Corynespora cassiicola) e o mofo branco (Sclerotinia sclerotiorum), porém, também estão se tornando mais comuns”, afirma Marcelo Figueira, Gerente de Fungicidas da UPL Brasil.

Marcelo Figueira destaca que tanto o mofo branco quanto a mancha-alvo pode, cada um, causar uma perda de até 35% nas plantações. Esse é o mesmo índice de prejuízo causado pelo oídio (Erysiphe difusa) e um pouco maior do que o causado pela antracnose (Colletotrichum truncatum), com 25%, e pelas doenças de final de ciclo, como as causadas pelos fungos do gênero Cercospora (20%).

“Considerando a produtividade média da safra de 2020/2021, estimada em 58 sacas por hectare, a produção poderia cair para um índice entre 9 e 46 sc/ha com a presença de fungos, de acordo com a doença e sua intensidade. O potencial de prejuízo, considerando o preço médio da saca, seria de quase R$ 8 mil por hectare”, diz o profissional da UPL, uma das quatro maiores empresas de soluções agrícolas do país.

Para auxiliar os produtores de soja, a companhia investe no desenvolvimento de um novo fungicida, com tecnologia inovadora, resultante da combinação de três princípios ativos, para compor o portfólio de soluções da UPL contra o complexo de doenças em soja. Esta inovação chegará ao mercado rapidamente, para ajudar os agricultores a protegerem os seus cultivos com eficácia já na próxima safra.

“A nova solução da UPL, destinada a todo o complexo de doenças em soja, é realmente inovadora e contribuirá para a proteção e a exploração do máximo rendimento da soja, gerando praticidade e flexibilidade de aplicação, com o uso indicado para diferentes momentos do ciclo de cultivo, proporcionando plantas mais verdes e mais saudáveis e aumentando a qualidade da soja”, finaliza Figueira.

Sobre a UPL

A UPL é uma fornecedora global de produtos e soluções agrícolas sustentáveis, com receita anual superior a US $ 5 bilhões. Somos uma empresa orientada por um propósito. Através do OpenAg, estamos focados em facilitar o progresso de toda a cadeia de produção agrícola. Estamos construindo uma rede de conexões que redefine a maneira como a indústria pensa e trabalha, de forma inovadora, aberta a novas ideias e novas soluções, enquanto atuamos fortemente em direção à nossa missão de tornar todo alimento mais sustentável. Como uma das maiores empresas de soluções agrícolas do mundo, nosso robusto portfólio consiste em produtos biológicos e soluções tradicionais de proteção de cultivos, com mais de 13.600 registros. Estamos presentes em mais de 130 países, com mais de 10.000 colaboradores globalmente. Para mais informações sobre nosso portfólio integrado de soluções para toda a cadeia de produção de alimentos, desde o tratamento de sementes até a mesa do consumidor, incluindo serviços e tecnologias digitais, visite upl-ltd.com.

FONTE: ASSESSORIA TEXTO COMUNICAÇÃO

Comentar

Print Friendly, PDF & Email
WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com