Interior

CEREJEIRAS: Com falta de chuvas, atraso no plantio da soja preocupa produtores e já compromete próxima safra de milho na região

Plantio deveria ter começado por volta do dia 20 de setembro

Os atrasos das chuvas preocupam produtores rurais na região de Cerejeiras. Até o momento, tem chovido pouco e espaçado na região – numa época em que o plantio da soja deveria estar a todo vapor.

Pelo calendário agropecuário da região Norte, o plantio da soja começa, oficialmente, no dia 15 de setembro, que é a data que expira o período de vazio sanitário, em que a terra não pode ser cultivada. Na prática, porém, quase todos os anos a semeadura começa por volta do dia 20 a 25 de setembro, pois a soja precisa de uma terra encharcada com pelo menos 100 milímetros de chuva.

Mas, neste ano, o plantio está atrasado demais. Só choveu – e assim mesmo pouco – e em algumas áreas da região de Cerejeiras. Alguns produtores chegaram a plantar uma parte da área, mas há casos em que foi preciso gradear a terra novamente na área já plantada.

Ao FOLHA DO SUL ONLINE, o presidente do Sindicato Rural de Cerejeiras, Jair Roberto Gollo, afirma que a situação é preocupante. “O atraso do plantio agora já afeta a próxima safra de milho. O plantio tardio da soja empurra o plantio do milho lá para frente, fechando a janela entre as safras”, disse.

FONTE/AUTOR: Folha do Sul/Rildo Costa

Comentar

Print Friendly, PDF & Email
WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com